iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

05/07 - 11:18

Márcio e Fábio Luiz se aproximam da segunda vaga do Brasil
O resultado do Grand Slam de Moscou (nona colocação) não foi dos melhores, mas mesma assim Márcio e Fábio Luiz partem para a última etapa válida como seletiva olímpica do vôlei de praia muito próximos da segunda vaga brasileira na competição. Campeões mundiais em 2005, eles vão para a cidade de Marselha com cem pontos de vantagem sobre Pedro Solberg e Harley.

Gazeta Esportiva

Também nono colocados na etapa russa do Circuito Mundial, Pedro e Harley perderam para os alemães David Klemperer e Eric Koreng em dois sets, parciais de 21/19 e 25/23. Agora, Márcio e Fábio Luiz só deixarão escapar a vaga caso Pedro Solberg e Harley conquistem o torneio e eles terminem no máximo em terceiro.

Neste caso, substituindo os 600 pontos do título pelos 480 de um 3º lugar, Pedro Solberg e Harley somariam mais 120 pontos e venceriam a disputa por apenas 20 pontos. Em 2008, os jogadores comandados pelo técnico Renato França foram campeões em Adelaide (Austrália), Xangai (China) e Roseto degli Abruzzi (Itália). Márcio e Fábio, em fase irregular, não ganham um título desde o Grand Slam de Berlim em julho de 2007.

“Jogamos bem, mas eles praticamente não erraram. É uma dupla encardida que sempre se acerta contra a gente. Talvez tenha faltado a mesma confiança da véspera”, admitiu Harley, que reconheceu as dificuldades de alcançar o sonho olímpico. “Vamos voltar para o Rio de Janeiro, descansar um pouco e nos preparar para a decisão na França”, afirmou.

Em sua única partida neste sábado, Márcio e Fábio Luiz perderam para os norte-americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser por 2 a 0 (21/18 e 21/15). Atuais campeões olímpicos e já classificados para Pequim, Ricardo e Emmanuel passaram por Fuerbringer/Jenning por 2 a 1, parciais de 19/21, 23/21 e 15/10 e agora brigam com os alemães Brink/Dieckmann por uma vaga na semi.

Em situação semelhante estão Franco e Benjamin, que bateram Reckermann/Urbatzka por 15/21, 21/12 e 15/11 e duelam contra os chineses Xu e WU por um lugar entre os quatro melhores.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo