iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

29/06 - 19:16

Brasil leva novo susto, mas supera Venezuela e é lider na Liga Mundial
Repetindo o mesmo início ruim da partida de sábado, o Brasil conseguiu superar a Venezuela por 3 sets a 1 no ginásio Poliedro de Caracas, com parciais de 23-25, 31-29, 25-13 e 25-20, e assumiu a ponta do grupo A da Liga Mundial de vôlei após a disputa da sexta rodada.

EFE

Na primeira partida, disputada ontem no mesmo local, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho venceu por 3 sets a 1, com parciais de 16-25, 25-22, 25-21 e 25-19.

Para o jogo de hoje, Bernardinho preferiu fazer mais mudanças no time, como a entrada do levantador Marlon no lugar de Bruninho, além de Nalbert e Samuel.

Porém, mesmo com uma escalação diferente, a equipe mostrou os mesmos erros do início da partida de ontem: perdidos em quadra, os brasileiros não conseguiam virar as bolas, parando sempre no bloqueio, e deixaram que os donos da casa abrissem 5 a 1.

Bernardinho pediu tempo para tentar arrumar a equipe, mas os venezuelanos seguiram dominando o jogo. Os brasileiros reagiram no fim e mantiveram o jogo parelho até o empate em 23 a 23, mas Samuel errou um saque e permitiu que os comandados de Ricardo Navajas tivessem o set point.

Em seguida, os brasileiros colocaram um ataque para fora e acabaram perdendo o primeiro set por 25 a 23.

Apesar da desvantagem na partida, a seleção começou dominando o segundo set. A vantagem chegou a ser de 8 a 5, mas os venezuelanos conseguiram reagir e, comandados por Luis Díaz chegaram a fazer 14 a 11.

Ao contrário do primeiro set, o Brasil se achou em quadra e conseguiu conter a empolgação dos venezuelanos. Após forçar o empate em 22 pontos, os jogadores de Bernardinho conseguiram impedir nada menos que cinco set points da equipe da casa e deixaram tudo igual.

O destaque ao final da parcial foi o oposto Anderson. Quando a partida estava empatada em 29, ele colocou o Brasil na frente com um belo ataque, e logo em seguida fez um ace para fechar em 31 a 29.

Na volta para o terceiro set, a partida ficou interrompida por cerca de dez minutos por conta de um problema com o placar, o que irritou o técnico Bernardinho.

No entanto, a parada acabou beneficiando o Brasil: a equipe começou arrasadora, abrindo 13 a 8 e contando com os muitos erros dos venezuelanos.

O destaque da parcial foi o levantador Marlon. Além de distribuir muito bem as bolas para os ataques de Samuel e Anderson, ele se destacou ao conseguir nada menos que três aces seguidos no fim do set, permitindo que a seleção abrisse 24 a 13. No ponto seguinte, a equipe chegou à vantagem de 2 a 1.

A quarta e última parcial foi mais equilibrada que a anterior. A Venezuela começou assustando e ameaçou o Brasil o tempo todo. Porém, brilharam as estrelas de Nalbert, Samuel e Anderson, que conseguiram virar bem as bolas e deixar a equipe sempre com uma vantagem que oscilava entre dois e três pontos.

Mas a equipe de Navajas não conseguiu manter o ritmo. Errando muitos saques, a Venezuela acabou deixando que o Brasil ampliasse a vantagem e fechasse em tranqüilos 25 a 20, fechando o jogo em 3 a 1.

A vitória de hoje deixa os brasileiros com 11 pontos na chave, um à frente da França - que perdeu hoje para a Sérvia por 3 a 0, em Lyon. Os sérvios têm oito.

Os brasileiros voltam à quadra sexta e domingo, enfrentando os sérvios nas cidades de Belgrado e Novi Sad, respectivamente. Ainda não se sabe se o treinador escalará força máxima para este jogo, já que o adversário é considerado o mais difícil da chave.

Os venezuelanos ocupam a lanterna, com sete. Eles tentam se reabilitar diante da França na próxima sexta e sábado, em Toulouse.

Ficha técnica: Brasil: Marlon, Nalbert, Sidão, Anderson, Samuel, André Heller e Alan (líbero). Entraram: Bruninho, Murilo e Eder.

Venezuela: Rodman, Fredy, Ivan, Harry, Díaz, Rojas e Silva (líbero). Entraram: Blanco, Mendez, Tejeda e Carlos Luna.

Árbitros: A. Ilbeyli (TUR) e M. Menghini (ITA).

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias