iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

21/06 - 12:06

Fácil, China passa por Tailândia. EUA se recuperam.
Adversária do Brasil neste domingo, a seleção chinesa de vôlei feminino passou pela Tailândia por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/16 e 25/19

Gazeta Esportiva

Com isso, as campeãs olímpicas assumiram a primeira colocação do grupo B, com duas vitórias, passando o time de José Roberto Guimarães nos critérios de desempate - a classificação das chaves, entretanto, não tem tanta importância na disputa, visto que se classificam para as finais as cinco melhores equipe de toda a primeira fase.

O duelo, que durou pouco mais de uma hora, teve como destaque Hao Yang, que fez 12 pontos. Assim como na estréia, a central Zhao Ruirui jogou bem e foi a responsável por dez acertos - considerada uma das jogadoras mais talentosas da China, Ruirui voltou a jogar apenas em fevereiro, depois de passar três anos e meia afastada das quadras por causa de uma grave lesão no joelho.

Apesar do resultado, o técnico Chen Zhonghe cobrou melhores performances de sua equipe. “Ainda tivemos problemas na partida. Nosso principal objetivo no GP é ajustar o time e dar mais chances para a Ruirui e para a Feng Kun (levantadora e capitã do time), que estão vindo de sérias contusões. Além disto, as jovens jogadoras tiveram altos e baixos. Se jogarmos assim como um time forte, vamos perder”, cobrou o treinador.

Em outra partida disputada nesta madrugada, os Estados Unidos se recuperaram da derrota diante da Turquia na estréia e atropelaram o fraco Cazaquistão por 25/16, 25/17 e 25/18. Atuando em casa pelo grupo B, o Japão teve problemas para passar pelas turcas e precisaram do tie-break: 21/25, 25/16, 17/25, 25/19 e 15/12. Com isso, as nipônicas lideram o grupo A.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo