iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

20/06 - 12:04

Turquia apronta para cima dos Estados Unidos. China vence.
Se a seleção brasileira feminina de vôlei jogou bem menos do que sabe na estréia do Grand Prix, o mesmo pode-se dizer de duas das principais candidatas ao pódio nas Olimpíadas de Pequim

Gazeta Esportiva

Logo na abertura do torneio, os Estados Unidos foram surpreendidos pela Turquia e perdeu por 3 sets a 1, parciais de 28/26, 25/16, 21/25 e 25/19.

O destaque da partida foi Seda Tokatlioglu, com 31 pontos. Capitã do time, Esra Gumus contribuiu com 22 pontos. Pelo lado dos Estados Unidos, a melhor jogadora foi Danielle Scott. Ela, que atuou no Finasa/Osasco na última temporada, conseguiu 14 pontos, o mesmo número obtido por Kimberly Glass.

“A Turquia é um time jovem, mas não jogou como tal. Parabéns a elas”, comentou Jenny Lang Ping, técnica dos Estados Unidos. Ela não se mostrou muito preocupada com a zebra. “Estamos focadas em nós mesmas porque o time está treinando junto há pouco tempo. Cada jogadora está em uma condição física e vamos usar este torneio como treino. Aos poucos, as jogadoras vão melhorar”, garantiu. Semana passada, os Estados Unidos perderam dois dos três amistosos que fizeram contra o Brasil.

Atual campeã olímpica e jogando em casa, a China tomou um susto da Alemanha, mas venceu as rivais de virada por 3 sets a 1, parciais de 15/25, 25/19, 25/11 e 25/21. A alemãs são as adversárias do Brasil neste sábado, que no domingo encara as chinesas, encerrando sua participação na primeira fase da disputa.

A falta de ritmo também foi apontado como um fato para a China não ter jogado tão bem nesta sexta. “Como esta é a nossa primeira partida no torneio, tivemos problemas com o trabalho de equipe, mas espero que a gente melhore”, comentou a capitã Feng Kun.

Outro destaque do jogo, ficou com a central Zhao Ruirui, que tenta voltar aos velhos tempos depois de se recuperar de uma grave lesão no joelho que a deixou afastada da quadra por três anos e meio - nesta sexta, ela marcou 17 pontos. “Ela fez um grande trabalho hohe. Estou impressionada com o ataque e o bloqueio dela”, afirmou Kun.

Em outra partida disputada nesta sexta, o Japão derrotou o Cazaquistão por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/13 e 25/23.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo