iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

15/06 - 17:13

Para técnico sérvio, faltou experiência para vencer o Brasil
A opção de ter deixado o levantador Nikola Grbic e o atacante Ivan Milijkovic, campeões olímpicos em 2000, no banco de reservas pode ter sido decisiva na segunda derrota da Sérvia para o Brasil na Liga Mundial. Técnico do time, Igor Kolakovic acredita que sua seleção não teve a experiência necessária para impedir a virada dos brasileiros neste domingo, depois de começarem o quarto set vencendo.

Gazeta Esportiva

“Depois do jogo de ontem (vitória do Brasil por 3 a 2), acreditamos que iríamos jogar de maneira semelhante. O Brasil saiu com uma outra equipe, mas isso não mudou muito para a gente e nós continuamos a jogar com muita inspiração. Nosso time é jovem e tem muito a aprender, principalmente não se deixar levar pela emoções nos momentos críticos, o que é um sinal de inexperiência”, destacou o treinador adversário.

De qualquer forma, ele vai embora de São Paulo satisfeito. “Não perdemos facilmente e mostramos que podemos conseguir resultados melhores diante dos outros adversários de nosso grupo, até mesmo contra o Brasil. Fizemos dois jogos maravilhosos. Se fizemos o mesmo contra a Venezuela, vamos vencer”, afirmou Kolakovic, se referindo ao seu próximo adversário na competição.

Por sua vez, o experiente meio-de-rede Geric, que entrou em quadra apenas na segunda partida, elogiou os brasileiros. “Acreditamos sempre na vitória contra os brasileiros. Só que eles mostraram, mais uma vez, que conseguem se superar nos momentos difíceis. É por isso que o Brasil conquistou tantos títulos nos últimos anos”, comentou o jogador, que mesmo com a barreira do idioma, se mostrou simpático e até brincou com os jornalistas na coletiva de imprensa.

Maior pontuador da Sérvia nas duas partidas, Starovic saiu de quadra encantado, tanto com o resultado quanto com a festa da torcida. “Somos jovens e foi muito bom enfrentar o Brasil logo na primeira rodada da Liga Mundial. Nosso time jogou muito bem e isso foi fantástico, assim como o calor da torcida brasileira. Ela recebe bem até os adversários”, elogiou o jogador sérvio, enquanto tirava fotos e dava autógrafos para as fãs paulistas.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo