iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

15/06 - 16:48

Para Gustavo, Brasil virou jogo na vontade
Único titular a entrar em quadra neste domingo, o meio-de-rede Gustavo Endres acredita que o Brasil só conseguiu virar a partida contra a Sérvia neste domingo na base da raça. Em sua segunda partida na Liga Mundial 2008, os campeões mundiais chegaram a estar perdendo por 2 sets a 1 com 8 a 4 na quarta etapa, mas recuperou-se e saiu do ginásio do Ibirapuera com a vitória.

Gazeta Esportiva

“Acho que vencemos na vontade, na raça e na determinação, pois perdemos o terceiro set e é difícil recomeçar quando é assim”, comentou o jogador, que fez dez pontos, sendo quatro de saque. “Hoje nós tivemos que jogar muito pelo aspecto individual, já que esse time treinou pouco junto”, destacou.

Gustavo apontou várias falhas que ainda precisam ser solucionadas. É o caso do saque, um fundamento bastante criticado por ele após o jogo do sábado. “Ainda estamos errando demais. Nosso objetivo é sacar forte sem errar, mas isso sempre implica alguns ritmos. O que também precisamos melhorar é o nosso ataque. Pecamos bastante, às vezes era só questão de jogar a bola para o outro lado”, explicou o jogador.

“Foi um jogo muito equilibrado. O terceiro set, por exemplo, estava na mão e nós perdemos por causa de uma sequência de saques do Geric. O tie-break bem tranquilo em um jogo de muitos erros. O time da Sérvia é muito bom e acho que vencê-los na Sérvia vai ser mais difícil”, acredita.

Exigente, Bernardinho apontou outras falhas. “Nosso bloqueio também não funcionou tanto assim e precisamos trabalhar umm pouco isso. Novamente tivemos muitos erros contra a equipe da Sérvia, que é jovem, mas tecnicamente boa”, avaliou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo