iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

14/06 - 15:55

Argentina recebe Equador em busca da liderança das Eliminatórias
A Argentina precisa muito da vitória neste domingo sobre o Equador em jogo válido pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-americanas à Copa de 2010, às 18h10 de Brasília, para chegar à liderança da competição.

EFE

BUENOS AIRES (Argentina) - A equipe argentina, segunda colocada na tabela com nove pontos, conta com grandes jogadores, como disse o técnico argentino Alfio Basile. No Monumental de Nuñez, ele terá a oportunidade de lançar um ataque com Lionel Messi, Sergio Agüero e o meia Juan Román Riquelme armando as jogadas.

O treinador também utilizará pela primeira vez um sistema com três zagueiros: Burdisso, da Inter de Milão, Demichelis, do Bayern de Munique, e Heinze, do Real Madrid.

Entretanto, Alfio Basile diz que é preciso ter "muito cuidado" com o Equador e afirma que, assim como não acredita no Ranking da Fifa, também não acha que a má posição dos equatorianos nas Eliminatórias - é o oitavo, com três pontos - reflita a qualidade do adversário.

Segundo ele, o Equador "cresceu muito" e citou como exemplo que a Liga Deportiva Universitaria de Quito, formada por diversos jogadores da seleção local, jogará a final da Copa Libertadores contra o Fluminense.

Já o Equador vai a Buenos Aires em busca de sua primeira vitória fora de casa no torneio ou, pelo menos, para não tomar mais uma goleada.

Porém, segundo o meio-campo Patrício Urrutia, capitão da LDU, a seleção equatoriana tem "a confiança necessária para fazer uma boa partida".

"Quando alguém confia em sua força, tudo é possível. E o Equador está forte", assegurou.

Para o técnico Sixto Vizuete, "a equipe melhorou muito quanto a seu estado de ânimo e conta com muitos bons jogadores, que respeitam a Argentina mas não tem medo".

Vizuete acredita que, mesmo com a torcida toda a favor da Argentina, a experiência de seus jogadores ajudará a equipe. Ele admitiu que um empate "não será um mau resultado".

A equipe de Vizuete chegou à capital argentina com duas baixas importantes. Jairo Campos e Edison Méndez ficaram em Quito se recuperando de lesões sofridas de última hora.

O atacante Carlos Tenório será o único atacante da partida.

Enquanto Guerrón deverá atuar um pouco mais atrás.

Prováveis escalações: Argentina: Abbondanzieri; Burdisso, Demichelis e Heinze; Javier Zanetti, Verón, Mascherano, Maxi Rodríguez e Riquelme; Messi e Agüero.

Equador: Cevallos; De la Cruz, Iván Hurtado, Espinoza e Isaac Mina; Castillo, Valencia, Urrutia, Walter Ayoví e Guerrón; Carlos Tenorio.

Árbitro: René Ortubé (BOL), auxiliado pelos seus compatriotas Juan Carlos Arroyo e Jorge Calderón.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo