iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

13/06 - 19:57

Objetivo da Sérvia é aprender com o Brasil, diz técnico
Campeã olímpica em 2000, a seleção sérvia masculina de vôlei quer usar os dois jogos da Liga Mundial programados para este final de semana em São Paulo como parte do processo de desenvolvimento para voltar ao topo da modalidade. Desde que Bernardinho assumiu o time, em 2001, a equipe jamais superou os brasileiros.

Gazeta Esportiva

“Todos sabem que o Brasil é o melhor time de voleibol do mundo. Teremos muitas dificuldades nesses dois jogos, mas temos que aproveitar o fato de estarmos diante dos melhores para aprendermos mais um pouco. Nossa equipe é bastante jovem e precisa de jogos como esses para crescer”, comentou o técnico Igor Kolakovic.

Kolakovic não esqueceu de enumerar os pontos positivos de seu adversário. Além de uma técnica apurada e uma defesa muito forte, o sérvio vê o conjunto como a grande arma brasileira nas competições. “Esse time brasileiro joga junto há bastante tempo. Além do entrosamento, classifico o Brasil como uma equipe completa”, observou.

Sem saber se estará na quadra nos dois jogos, o astro do time sérvio, o oposto Miljkovic, já está de olho no futuro. Com jogadores jovens ao seu lado, ele está na expectativa de um grande espetáculo. “Nosso time é muito jovem. Essa Liga Mundial será muito importante para nós, já que teremos oportunidade de ver ótimos times em ação. Será uma grande satisfação enfrentar o Brasil em um ginásio como esse. Quero muito ver isso aqui lotado”, afirmou.

Para o experiente meio-de-rede Geric, o importante é dar 100% dentro da quadra contra a equipe verde-amarela. “Sabemos do potencial de nossos adversários. O Brasil vem ganhando tudo há alguns anos e vencer essa equipe é sempre complicado. Se nos dedicarmos muito, podemos sair com um bom resultado. Não será fácil, mas tentaremos ganhar”, prometeu o jogador. “Treinamos muito para conseguirmos ter um bom saque. Sabemos que para ter chance de vencer os brasileiros, nosso serviço deve ser espetacular”, acredita.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias