iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Vôlei

12/06 - 12:05

Fofão machuca joelho em amistoso, mas exame não acusa lesão
Capitã da seleção brasileira feminina de vôlei, a levantadora Fofão deu um susto na comissão-técnica logo na primeira partida da equipe em 2008.

Gazeta Esportiva

Durante amistoso contra os Estados Unidos, na noite desta quarta-feira, ela se chocou com a nuca da líbero Fabi durante um lance de defesa do quarto set.

A jogadora, porém, já se submeteu a um exame de raio-x e nada de grave foi constatado, além da pancada.

“É difícil falar o que houve realmente, mas a princípio, foi só a pancada. Após o jogo, a Fofão já estava se sentindo melhor, e o raio-x não acusou fratura. Hoje ela deve fazer uma ressonância magnética por precaução”, explicou o técnico José Roberto Guimarães. As brasileiras venceram a partida por 3 sets a 2, parciais de 25/20, 21/25, 25/23, 21/25 e 17/15.

As duas equipes, que estão se preparando para o Grand Prix e os Jogos Olímpicos de Pequim, voltarão a se enfrentar nesta sexta no Centro Olímpico de Treinamento norte-americano, localizado no estado do Colorado, a partir das 22h30 (horário de Brasília).

Apesar do placar apertado, Zé ficou satisfeito com o rendimento da seleção. “Foi um bom teste e bastante válido, principalmente, em um jogo de três horas de duração”, declarou o treinador. No sábado, Brasil e Estados Unidos fazem um terceiro jogo e no dia seguinte, a seleção verde-amarela seguirá para a China, onde estreará no Grand Prix. A Tailândia será o primeiro adversário, no dia 20.

O jogo - No primeiro set, o Brasil chegou a abrir uma vantagem de 6/0. Uma diferença que se estendeu durante todo o set – chegou a 19/13 – para vencer por 25 a 20. As brasileiras voltaram a dominar o segundo set, e colocaram 4/0 - com um ace de Fofão e os bloqueios de Sheilla e Fabiana. A seleção brasileira chegou ao placar de 16/12, com outro bloqueio de Fabiana, e 18/17 com Walewska pontuando no mesmo fundamento. Porém as norte-americanas começaram a reação com um ace de Danielle Scott, ex-Finasa/Osasco, que também foi a responsável pelo último ponto do set, após bloquear o ataque brasileiro: 25/21 para os Estados Unidos.

No terceiro set, a seleção brasileira fez 8/2, após estar perdendo por 0/2. Depois de colocar 16/11 e 17/14 no marcador, o Brasil viu os Estados Unidos encostarem. Uma finalização brasileira desperdiçada na rede, deixou o time adversário apenas um ponto atrás: 21/20. Um ataque e dois bloqueios seguidos – um de Sheilla e um de Walewska – colocaram a equipe perto da vitória: 24/21. Cynthia Barboza ainda salvou um set point e o time norte-americano ainda ganhou um ponto com mais um ataque desperdiçado pelas brasileiras: 24/23. Com Paula explorando o bloqueio, veio a vitória por 25 a 23.

O quarto set foi equilibrado até 14/14, mas os Estados Unidos passaram à frente: 17/14. O Brasil ainda tentou uma reação e encostou no marcador: 17/18. Bem no bloqueio e no ataque, o time norte-americano acabou vencendo por 25/21. No quinto e decisivo set a seleção brasileira mostrou seu poder de reação. Após estar perdendo 1/4, 4/7, 9/12 e 13/14, o time não deu mais chances às adversárias nas finalizações de Paula e Walewska, e no bloqueio de Fabiana. O 17º ponto veio com um ataque de Sassá.

Sheilla foi a maior pontuadora do Brasil com 23 pontos, sendo 18 de ataque, quatro de bloqueio e um de saque. Mesma pontuação foi obtida pela norte-americana Logan Tom. Paula Pequeno fez 20 pontos – 18 de ataque, um de bloqueio e um de saque.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo