Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vasco terá Felipe, Bernardo e Diego Souza contra o Botafogo

Clube espera regularizar camisa 10 esta semana para Ricardo Gomes escalar força máxima no domingo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Fotocom
Bernardo (à esquerda) treina na praia
O técnico Ricardo Gomes terá uma semana de muito trabalho. Aproveitando que o time não entra em campo pela Copa do Brasil, os treinos serão dedicados ao clássico de domingo contra o Botafogo, no Engenhão.

Até aí, nenhuma novidade. O que fará o treinador perder mais fios de cabelo é a formação do meio-campo. Se Diego Souza for regularizado a tempo, como está previsto, o camisa 10 vai estrear. E como titular. A dúvida é quem deve sair.

Independentemente do “sacrificado”, o Vasco, pelo menos no papel, terá um time respeitado. Com Diego Souza ao lado da dupla Felipe/Bernardo, o torcedor começa a sonhar com dias melhores. Antes, porém, Ricardo terá a dura tarefa de encontrar a melhor formação para a equipe. O setor hoje é formado por Rômulo, Eduardo Costa, Felipe e Bernardo. Os dois últimos não saem do time, principalmente Bernardo. Autor de quatro gols em duas partidas, o meia foi o destaque nas vitórias por 4 a 2 sobre Duque de Caxias e Madureira. Neste domingo, contra o tricolor suburbano, em Volta Redonda, balançou a rede três vezes.

Gomes tem duas alternativas. A primeira seria barrar Rômulo ou Eduardo Costa. A outra é mais ousada: adiantar Felipe ou Bernardo, sacando Eder Luis. Neste caso, manteria os volantes. No entanto, caso tenha que mandar um dos dois para o banco de reservas, o comandante vascaíno, por ora, não teria uma definição. Enquanto Eduardo Costa é a voz da experiência no setor, Gomes já revelou que é fã de Rômulo.

Aos 21 anos, o franzino volante se destaca no grupo pela disposição. Prova disso é sua manutenção como titular mesmo com tantos jogadores de nome. “Rômulo, pela disposição, pelo condicionamento, vai longe. Ele vai fazer história no Vasco. Se novo ele já é assim, imagina quando ganhar mais fôlego”, analisou o técnico.

A briga não para por aí. Jeferson e Felipe Bastos - autor do quarto gol na vitória deste domingo - eram titulares até derrota para o Macaé, na abertura da Taça Rio. Foram para o banco, mas não caíram no esquecimento de Ricardo Gomes.
 

Leia tudo sobre: vascobernardofelipe

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG