Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Todos os quatro brasileiros participam da rodada desta terça

Tiago Splitter é quem terá o compromisso mais difícil: o San Antonio recebe o Lakers em seu AT&T Center

iG São Paulo |

Os quatro brasileiros que atuam na NBA estarão em quadra na noite desta terça-feira. Tiago Splitter, que joga pelo San Antonio Spurs, é o que terá o jogo mais difícil pela frente: o time texano recebe o Los Angeles Lakers. Anderson Varejão e seu Cleveland Cavaliers hospedam o Orlando Magic, Leandrinho Barbosa e o Toronto visitam o Dallas Mavericks, enquanto que Nenê Hilário e seu Denver Nuggets recepcionam o Portland Trail Blazers.

Vindo de duas derrotas consecutivas e ambas por diferenças de dois dígitos, o Lakers tenta reencontrar o caminho das vitórias em pleno AT&T Center, ginásio do Spurs, às 23h30 de Brasília. A tarefa será das mais difíceis, pois o time vem de um mau momento (nesta segunda-feira o técnico Phil Jackson veio a público pedir paciência para os torcedores) e o adversário é simplesmente o time de melhor campanha entre todos os participantes do campeonato.

“Parece que os jogos são mais importantes para nossos adversários do que para a gente”, afirmou Kobe Bryant, astro do Lakers nesta segunda-feira. “Nós precisamos disso também, jogar com mais concentração e colocar mais ênfase nesses confrontos. Eu não estou gostando disso... Sabemos do que somos capazes de fazer, e isto é parte do problema”, completou Kobe, que tem média de apenas 16,8 pontos nos últimos quatro jogos.

“Eles estão atrás da recuperação”, disse o armador Tony Parker, uma das estrelas do San Antonio sobre o momento do Lakers. “Durante o treino de arremessos de ontem (segunda-feira), nós conversamos muito sobre isso. Precisamos respeitá-los”.

O San Antonio vem de dez vitórias consecutivas dentro de casa. Já o Lakers, embora tenha perdido seus dois últimos confrontos, eles ocorreram dentro de casa; fora, o time vem de cinco vitórias consecutivas.

AP
Tony Parker, armador do San Antonio, pede atenção e respeito com o Lakers

Se o San Antonio é o atual líder de todo o campeonato, o Lakers ocupa a terceira colocação no Oeste e a quinta no geral.

Quanto ao brasileiro Tiago Splitter, estreante nesta temporada, a expectativa é que ele nem entre em quadra. Se entrar, será por alguns minutos. Sua pouca participação em jogos importantes é parte do plano traçado pelo técnico Gregg Popovich para adaptá-lo à NBA.

Varejão, ao contrário de Splitter, terá muitos minutos à disposição na partida diante do Orlando, marcada para as 22h. Isso porque o capixaba é titularíssimo do time de Ohio e ainda terá a responsabilidade de marcar o principal jogador do time adversário: o pivô Dwight Howard.

O Cavs vem muito mal no campeonato: oito vitórias e 22 derrotas. É o atual 27º. colocado na classificação geral e o penúltimo no Leste. Vem de três derrotas seguidas e dos últimos 14 jogos só venceu um.

O técnico Byron Scott, do Cleveland, disse esperar que a arbitragem não crie problemas para seu time. Isso porque na derrota de 26 de novembro passado, em Orlando, por 111 a 100, Howard cobrou 24 lances livres, quatro a mais do que todo o time do Cavs.

Scott fez pesadas críticas ao trio de arbitragem após a partida. Entre outras coisas, declarou: “É muito difícil jogar contra oito pessoas”. Por conta disso, foi multado em US$ 35 mil pela direção da NBA.

Outra equipe que faz campanha ruim, assim como o Cleveland, é o Toronto Raptors de Leandrinho Barbosa. Os canadenses estão “on the road” neste momento. Nesta segunda-feira, jogando em Memphis, diante do Grizzlies, foram batidos por 96 a 85.

Barbosa teve atuação discreta: 11 pontos. E ele tem que jogar o que pode e um pouco mais, uma vez que o pivô italiano Andrea Bargnani está lesionado e desfalca o time nesta excursão ao Oeste americano. Bargnani é o cestinha do Raptors com média de 21,2 pontos por partida.

O Dallas também terá problemas: Dirk Nowitzki, seu principal jogador, contundiu-se na partida desta segunda-feira diante do Thunder, em Oklahoma City, e saiu na metade do segundo quarto para não mais voltar.

Lesionado no joelho, o alemão é dúvida. Mesmo assim, os texanos contam com vitória, pois venceram o Thunder, fora de casa (uma equipe superior ao Raptors), mesmo sem ter Nowitzki por dois quartos e meio.

“Este joelho tem me incomodado há algumas semanas”, disse Nowitzki. “Mas não a ponto de eu ter que fazer algo a respeito”, complementou referindo-se a uma possível cirurgia no local.

Getty Images
O ala Carmelo Anthony volta ao Denver depois de três jogos de ausência

Se Nowitzki é dúvida, o Denver contará com o retorno de Carmelo Anthony contra o Portland, à 0h. O ala ficou de fora dos três últimos confrontos da equipe por causa da morte de sua irmã.

E seu retorno é aguardado com ansiedade, pois neste trio de partidas sem Carmelo, o Denver foi derrotado. Anthony tem médias de 24,0 pontos e 8,3 rebotes por jogo. Nos três últimos, anotou 30,3 pontos e 10,0 rebotes.

Se Carmelo volta, Al Harrington, outro ala da equipe, pode ficar de fora por lesão.

Denver e Portland estão brigando pelas sétima e oitava posições do Oeste.

Os outros jogos da noite são:

Indiana x Boston (22h)
Miami x New York (22h30)
Chicago x Milwaukee (23h)

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG