Sueco tem 12 títulos na carreira, mas lamentou não ter conquistado o 13º recentemente

Depois de perder a final de duplas do ATP 250 de Bastad, na Suécia, o sueco Simon Aspelin anunciou que está se retirando do circuito nesta segunda-feira. Aos 37 anos, ele possui 12 títulos nas equipes em sua carreira.

Em Bastad, ele e seu compatriota Andreas Sijestrom foram superados na decisão pelo também sueco Robert Lindesdt (que foi seu companheiro na Copa Davis) e o romeno Horia Tecau. Aspelin, no entanto, admitiu que gostaria de ter se aposentado com o 13º título.

"Estou feliz pela campanha, porém um pouco desapontado por ter perdido a final. Os sentimentos estão misturados, mas tenho que olhar para frente. Ainda não decidi o que vou fazer até o final do ano e antes disso quero descansar algumas semanas", declarou o sueco.

Aspelin foi campeão do Aberto dos Estados Unidos, em 2007, com o austríaco Julian Knowles, e medalha de prata nas Olimpíadas de Pequim, no ano seguinte. "Vencer um Slam é a maior coisa que um tenista pode alcançar. Junto com a medalha de prata nas Olimpíadas, são os dois resultados mais expressivos que eu consegui", concluiu o tenista, que foi campeão pela última fez no ano passado, em Dubai.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.