Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Vice na Davis, Forget é criticado por escolher Llodra

Veículos de imprensa franceses opinaram que o melhor tenista para a última partida contra a Sérvia seria Gilles Simon, que havia jogado no primeiro dia do torneio

Gazeta Esportiva |

O vice-campeonato da Copa Davis ainda não foi digerido pela França. Depois de ter saído na frente no placar, o time comandado por Guy Forget sofreu a virada espetacular da Sérvia que, jogando em casa, conquistou o seu primeiro título do torneio. Inconformados, os franceses passaram a culpar a escolha de Michael Llodra para o último jogo.

De acordo com o jornal "L'Equipe", Llodra deixou a quadra muito cedo durante o confronto entre Novak Djokovic e Gael Monfils para se preparar para o decisivo embate da final, dando tempo suficiente para que os sérvios optassem por Viktor Troicki ao invés de Janko Tipsarevic. Para os críticos, o melhor tenista para a última partida seria Gilles Simon, que havia jogado no primeiro dia do duelo.

Um site francês foi mais longe e chegou a pedir a demissão de Forget, afirmando que 11 anos no comando da equipe já era tempo suficiente. O capitão, no entanto, rebateu as críticas, defendendo a sua opção por Llodra.

"Gilles jogou três partidas (pela Davis) e havia sofrido três derrotas. Eu sabia que Michael vinha em grande fase tanto em simples quanto em duplas na Copa Davis. Com a vitória nas duplas, pensei que seria a melhor opção", explicou. "Eu ainda acho que Llodra tinha tudo para triunfar", concluiu.

Leia tudo sobre: tênis - copa davis

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG