Em Madri, espanhol perdeu mais uma vez para Novak Djokovic em 2011 - desta vez no saibro, seu piso preferido

Derrotado pelo sérvio Novak Djokovic na final do Masters 1000 de Madri neste último domingo, o espanhol Rafael Nadal está ciente de que o posto de número 1 do mundo não será seu por muito tempo. Decepcionado pelo mau rendimento, Nadal lamentou sua derrota e afirmou que em breve, Djokovic tomará seu lugar no topo do ranking mundial.

"Enfrentei um grande jogador, que vive um ano monstruoso. Temos que aceitar que ele foi melhor e, para mim, o topo do ranking não está ameaçado, mas perdido. Não vamos mentir para nós mesmos, temos que ser realistas" explicou Nadal.

"Ninguém gosta de perder. Eu tenho que ver o que está faltando e trabalhar com a mente aberta para decifrar as coisas e encontrar as soluções, para tentar fazer um pouco melhor na próxima", continuou o espanhol, que teve sua invencibilidade no saibro quebrada.

Novak Djokovic feliz da vida após vencer o Masters 1000 de Madri. Já Nadal não estava com cara boa
EFE
Novak Djokovic feliz da vida após vencer o Masters 1000 de Madri. Já Nadal não estava com cara boa
No próximo torneio, o Masters 1000 de Roma, Nadal precisa passar da terceira fase para defender seu posto na classificação mundial. Em sua estreia, o espanhol terá como oponente o vencedor do duelo entre o brasileiro Thomaz Bellucci e do italiano Paolo Lorenzi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.