Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Tiago Fernandes não deve defender título na Austrália em 2011

Na passagem para os torneios da ATP, Larri Passos prevê dificuldades para o atual 581º do ranking mundial

Gazeta Esportiva |

 

O jovem Tiago Fernandes não deve defender o título da categoria juvenil do Aberto da Austrália conquistado nesta temporada. De acordo com Larri Passos, treinador do jovem de 17 anos, a meta em 2011 é disputar o torneio classificatório da chave principal do primeiro Grand Slam da temporada.

"Ainda não está definido, mas a ideia é que ele jogue o quali", explicou Larri. Em 2011, o plano é alternar challengers e futures com eventos de primeira linha. "Ele está mais maduro e já tem condição de jogar a chave principal de alguns torneios para medir forças no circuito da ATP", acrescentou o ex-técnico de Gustavo Kuerten.

Em 2010, o tenista alagoano disputou os torneios qualificatórios dos ATP 250 da Costa do Sauípe, quando Larri recusou o convite para jogar a chave principal após o título na Austrália, de Houston e de s-Hertogenbosch, mas não conseguiu vencer. Em nivel Challenger, os melhores resultados do jovem brasileiro foram as oitavas de final de Pequim e São Paulo.

Na passagem para os torneios da ATP, Larri prevê dificuldades para o atual 581º do ranking mundial. "No ano que vem, ele vai sofrer, porque vai mais perder do que ganhar. Se perder, tem que voltar para a quadra e treinar mais. Ele já fez o que tinha que fazer no juvenil. Agora, tem que tomar porrada no profissional. Essa é a realidade dele", explicou.

A passagem de Tiago Fernandes pelo juvenil deixou Larri Passos satisfeito. Além de conquistar o Aberto da Austrália, o jovem brasileiro chegou a liderar o ranking mundial da categoria. Atualmente, o tenista ocupa a quinta colocação da lista, o que agradou ainda mais ao seu treinador.

"Todos os objetivos para esse ano foram alcançados. A ideia era terminar entre os 10 primeiros do juvenil. Eu não queria terminar como número 1. Entre os meninos da idade dele, quem está abaixo de 600? Entre os brasileiros, ninguém nunca chegou onde ele chegou. Não tem porque pensar no ranking juvenil. Ele já atingiu e sentiu o degrau mais alto", encerrou Larri.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG