Apesar da seca de títulos, treinador fez avaliação positiva do primeiro semestre do tenista suíço

Dono de 16 títulos de Grand Slam, Roger Federer venceu apenas um torneio nesta temporada, o ATP 250 de Doha, e chegou a outras duas finais. Número três do mundo e longe da briga pelo topo, o suíço caiu de rendimento em relação aos anos anteriores. Apesar disso, seu técnico, Paul Annacone, acredita que o tenista vem fazendo uma boa temporada.

Em entrevista ao jornal norte-americano Sag Harbor Express , Annacone fez uma avaliação positiva quanto ao primeiro semestre do pupilo e comentou também a preparação para o restante da temporada, principalmente para o Aberto dos Estados Unidos, em setembro.

"Bem, agora eu espero que ele esteja trabalhando apenas no seu bronzeado", brincou Annacone, sobre o tempo de descanso do suíço. "Estamos treinando forte desde o início de abril, sem interrupções significativas", disse o técnico, justificando as férias de Federer, que, uma semana após Wimbledon, ainda jogou pela Copa Davis.

De acordo com Annacone, Federer irá descansar por uma semana e meia e então passará a treinar em quadra dura, visando aos torneios norte-americanos, em especial o US Open. Para o treinador, o suíço deve chegar com status de favorito a Flushing Meadows.

"Ele já ganhou 16 títulos de Grand Slam, então eu não vejo nenhuma razão pela qual não deve estar pronto para jogar em Nova York", declarou o treinador, que vê positiva a temporada de Federer. Para ele, o que falta ao suíço é estratégia.

"Roger fez a semifinal no Aberto da Austrália e foi finalista em Roland Garros", defendeu Annacone. "Nestes dias, há uma linha tênue entre a derrota e a vitória. Federer depende muito do mental e para mim esta é a parte mais importante do nosso diálogo. Obviamente vamos fazer um bom trabalho físico e trabalhar em cima de seus principais rivais (Rafael Nadal e Novak Djokovic), a ênfase será a estratégia", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.