Suíço alcançou sua centésima final na carreira e pode se tornar o maior vencedor da história do ATP Finals

O suíço Roger Federer disputará neste domingo sua centésima decisão na carreira
Felipe Rocha
O suíço Roger Federer disputará neste domingo sua centésima decisão na carreira
O tenista suíço  Roger Federer confirmou o favoritismo neste sábado e não encontrou dificuldades para vencer o espanhol David Ferrer , por 2 sets a 0, parciais de 7-5 e 6-3, em apenas 1h25 de jogo. O triunfo garantiu o suíço na decisão do ATP Finals e, de quebra, a terceira posição no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), ultrapassando o britânico Andy Murray .

Atual campeão do torneio que encerra a temporada, Federer está agora a uma vitória de se tornar o maior vencedor da história da competição, com seis títulos. A decisão deste domingo será a centésima na carreira do tenista mais vitorioso da atualidade.

Veja também:  ATP nega 'namoro' com Rio, mas estuda mudar sede do ATP Finals

“Fico surpreso que tenha conseguido conquistar tantas coisas ao longo da minha carreira. Estar jogando em alto nível por tantos anos me deixa muito feliz e orgulhoso, Obviamente será uma final especial para mim”, disse o suíço, dono de uma coleção de 69 troféus.

Esta foi a décima sexta vitória consecutiva de Federer, que não perde desde a semifinal do Aberto dos Estados Unidos, no último dia 10 de setembro, quando foi derrotado pelo sérvio Novak Djokovic . O triunfo deste sábado foi o décimo segundo do suíço diante de David Ferrer, em doze confrontos disputados na história.

Leia também:  Conheça alguns números e curiosidades do ATP Finals

“Não é tão fácil como parece (enfrentar Ferrer). Hoje, mais uma vez, foi bastante disputado. Talvez tenha vencido alguns jogos facilmente contra ele, mas ultimamente são apenas partidas disputadas, ele evoluiu muito” afirmou.

O adversário de Roger Federer na final do ATP Finals será conhecido ainda neste sábado no duelo entre o francês Jo-Wilfired Tsonga e o tcheco Tomas Berdych , às 18h, no horário de Brasília. A decisão acontece às 15h30 deste domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.