Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Sorteio deixa Wozniacki em chave difícil na Austrália

Dinamarquesa pode pegar belga Justin Henin nas quartas e depois a norte-americana Venus Williams na semi

AE |

Embora seja a cabeça de chave número 1 do Aberto da Austrália, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, em Melbourne, a dinamarquesa Caroline Wozniacki não terá um caminho fácil em sua luta para conquistar o título. O sorteio dos confrontos da competição, encerrado no final da noite de quinta-feira, colocou em sua provável rota a belga Justin Henin, nas quartas de final, e depois a norte-americana Venus Williams, na semifinal.

E, logo na estreia, a tenista número 1 do mundo encara um duelo espinhoso, já que enfrentará a argentina Gisela Dulko, a atual 48.ª colocada da WTA e uma rival complicada para uma primeira rodada de um torneio cuja chave principal conta com 128 jogadoras. Até hoje, Wozniacki já encarou Dulko três vezes e ganhou dois destes confrontos.

A ex-número 1 do mundo Justine Henin, por sua vez, ainda espera pela definição de sua rival na estreia, que sairá do torneio qualificatório para a chave principal, enquanto Venus Williams irá começar sua campanha em Melbourne contra a italiana Sara Errani.

O sorteio também colocou a italiana Francesca Schiavone, atual campeã de Roland Garros, no mesmo lado da chave de Wozniacki. A tenista da Itália estreará contra a espanhola Arantxa Parra Santoja e poderá encontrar Henin nas oitavas de final em Melbourne.

Encabeçando o outro lado da chave do Grand Slam australiano, a russa Vera Zvonareva, segunda colocada do ranking mundial, terá uma estreia teoricamente tranquila contra a austríaca Sybille Bammer. Ela aparece como grande favorita para avançar até as quartas de final, fase em que poderá encontrar a australiana Samantha Stosur, a quinta cabeça de chave. Em seguida, ela poderá fazer um duelo por uma vaga na final contra a belga Kim Clijsters, terceira maior favorita ao título.

Clijsters, porém, terá um duro desafio já na estreia. Ele irá medir forças com a russa Dinara Safina, ex-líder do ranking, mas que atravessa uma fase ruim no circuito. E a belga ainda tem em seu provável caminho rivais de peso como as sérvias Ana Ivanovic e Jelena Jankovic, que também já lideraram o ranking da WTA.

Leia tudo sobre: TênisWTAAberto da AustráliaCaroline Wozniacki

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG