Francês torna-se o primeiro representante estrangeiro a conquistar o título do torneio ao vencer adversário local na decisão

Gilles Simon quebrou hegemonia espanhola no Masters de Bilbao
Getty Images
Gilles Simon quebrou hegemonia espanhola no Masters de Bilbao
O francês Gilles Simon quebrou a hegemonia espanhola no Masters de Bilbao na tarde deste domingo. Com um duplo 6/4 sobre o local Feliciano Lopez na decisão, o tenista nascido em Nice tornou-se o primeiro representante estrangeiro a conquistar o título do torneio.

Leia mais sobre tênis no blog do Paulo Cleto

Antes do triunfo de Simon na quarta edição do Masters de Bilbao, os espanhois Fernando Verdasco, Juan Carlos Ferrero e Tommy Robredo foram campeões. Apesar dos dois sets diretos, o confronto entre o francês e Lopez foi equilibrado e atraente para o público.

Lopez chegou a criar seis oportunidades para quebrar o serviço do adversário, mas aproveitou apenas uma delas. Simon teve somente quatro chances de romper o saque do espanhol, mas foi capaz de converter três, o suficiente para liquidar o confronto em dois sets.

Atual 12º colocado do ranking mundial, Simon, 26 anos, venceu as duas finais de torneios oficiais que disputou na temporada, o ATP-500 de Hamburgo e o ATP-250 de Sydney. Já Lopez, 30 anos, ocupa o 20º posto da lista, seu recorde. Em 2011, ele caiu na decisão do ATP-250 de Belgrado.

Em mais um evento de caráter amistoso decidido neste domingo, o Torneio Exibição de Cingapura, a italiana Flavia Pennetta, atual 20ª colocada do ranking mundial da WTA, venceu a polonesa Agnieszka Radwanska na final por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/4.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.