Dinamarquesa terá as irmãs amaericanas como principais adversárias no último Grand Slam desta temporada

Wozniacki saca durante partida em Wimbledon
Reuters
Wozniacki saca durante partida em Wimbledon
Começa, nesta segunda-feira, a última chance da dinamarquesa Caroline Wozniacki conquistar um Grand Slam nesta temporada. A número um do mundo tem pela frente um Aberto dos EUA esvaziado pela ausência da tricampeã belga Kim Clijsters, vencedora das últimas duas edições, e tendo como principais adversárias as norte-americanas Serena e Venus Williams, além das russas Maria Sharapova e Vera Zvonareva.

Dos últimos 12 torneios em Flushing Meadows, Clijsters, que será ausência por conta de um estiramento no estômago, venceu três, enquanto as irmãs dividiram outros cinco. Justine Henin-Hardene, duas vezes, Sharapova e Svetlana Kuznetsova foram as outras campeãs recentes.

A sorte de Wozniacki é que nem Serena e nem Venus passam por ótima fase. A primeira passou 11 meses longe das quadras por conta de uma lesão no pé e uma embolia pulmonar. Desde que voltou, em Eastbourne, a 29ª da WTA conquistou dois títulos, em Stanford e Toronto, mas caiu na segunda rodada de Cincinnati. A estreia da tricampeã será contra a sérvia Bojana Jovanovski.

Venus, 36ª, chegou a disputar o Aberto da Austrália, em janeiro, mas só voltou às quadras também em Eastbourne por lesão no quadril. De lá para cá, jogou apenas em Wimbledon e caiu nas oitavas de final. Ela começa a caminhada contra a ucraniana Alona Bondarenko.

Wozniacki teve um ano muito produtivo, com títulos em Indian Wells, Dubai, Charleston, Brussels, Copenhagen e New Haven, mas passou um jejum de três meses entre junho e a última semana. A primeira rodada da dinamarquesa será contra a espanhola Nuria Llagostera Vives.

Terceira do ranking, Zvonareva venceu apenas em Doha e Baku e inicia o US Open contra a francesa Stephanie Foretz Gacon. Os últimos torneios de Sharapova foram satisfatórios. Ela vem de título em Cincinnati e da final de Wimbledon. O primeiro jogo da quarta do mundo é contra a britânica Heather Watson.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.