Atual número 135 do ranking mundial teve um aproveitamento de 73% dos pontos com o saque

O brasileiro Rogério Silva manteve a boa fase no Challenger de Manta, no Equador. O tenista atropelou, nesta quinta-feira, o chileno Guillermo Rivera-Aranguiz por 2 sets a 0, parciais de 6/1 e 6/2. O embate durou apenas 71 minutos.

Rogerinho, atual número 135 do ranking mundial, protagonizou outra atuação irrepreensível: um aproveitamento de 73% dos pontos com o saque e 55% nas devoluções. Para melhorar, o verde-amarelo - único atleta nacional ainda na disputa - não perdeu um set no torneio.

Com o resultado positivo, o paulista - que participou da vitória do Brasil no Zonal Americano da Copa Davis sobre o Uruguai - se garantiu na semi, quando terá pela frente o vencedor do confronto entre o local Julio César Campozano e o argentino Brian Dabul.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.