Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Roddick surpreende, derrota Federer e avança em Miami

Ex-líder da ATP e eterno freguês do suíço, o norte-americano conseguiu uma vitória por 2 sets a 1 e vai às quartas

AE |

selo

AP
Roger Federer se despede da torcida e do Masters 1.000 de Miami

Velho freguês de carteirinha de Roger Federer, Andy Roddick conseguiu obter uma rara vitória sobre o suíço, em jogo encerrado no fim da noite de segunda-feira, e garantiu vaga nas oitavas de final do Masters 1.000 de Miami. O norte-americano ganhou por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 1/6 e 6/4, naquele que foi apenas o seu terceiro triunfo em 24 partidas diante do recordista de títulos de Grand Slam.

Leia também: Djokovic passa por compatriota e enfrenta Gasquet em Miami

Roddick não derrotava Federer em um jogo oficial desde 2008, quando superou o suíço justamente no Masters de Miami, também por 2 sets a 1. De lá para cá, ele sofreu seis derrotas seguidas para Federer em torneio da ATP até reencontrá-lo nesta segunda na competição norte-americana.

AP
Roddick comemora vitória inesperada diante de Roger Federer
Ex-líder do ranking mundial e hoje o 34.º colocado, Roddick festejou uma das melhores atuações de sua carreira. "Noites como esta de hoje (segunda) são a razão de você disputar os jogos. Você não sabe o que pode acontecer", disse o norte-americano, admitindo que o seu triunfo foi tão raro quanto inesperado.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Derrotado para Federer em 21 partidas, Roddick havia superado o suíço anteriormente apenas em 2003, no Masters Series de Montreal, no Canadá, antes de voltar a batê-lo em 2008 e agora em Miami. E o jogador número 3 do mundo reconheceu a importância que este raro triunfo teve para Roddick e para o mundo do tênis, pois mostrou que nem sempre os favoritos levam a melhor.

"Eu me sinto como se tivesse perdido para um ex-número 1 e não para um cara ranqueado entre os 30 do mundo. Estou feliz de ver Andy jogar tão bem. Ele é um grande campeão, e desfrutaremos dele enquanto o tivermos em quadra. Foi uma grande noite para ele e para o tênis americano", ressaltou Federer, que no último dia 5 caiu por 2 sets a 0 diante do mesmo Roddick em Nova York, mas em um duelo de exibição, que não foi válido pelo circuito da ATP.

Confira ainda: Sem dificuldade, Nadal avança às oitavas de final em Miami

Para voltar a superar Federer, Roddick levou a melhor sobre o adversário em um tie-break disputado após os dois tenistas confirmarem todos os seus saques no primeiro set. Na segunda parcial, porém, o suíço arrasou ao converter três de quatro break points e fazer 6/1. Já no terceiro set, o norte-americano aproveitou uma das duas chances que teve de quebrar o saque do rival, que não foi feliz em nenhuma das quatro oportunidades de quebra recebidas na parcial, fato decisivo para o triunfo por 6/4 do tenista da casa.

Com a surpreendente vitória, Roddick enfrentará nas oitavas de final o argentino Juan Monaco, que superou o favoritismo do francês Gael Monfils ao vencer por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4.

Outro argentino que garantiu vaga nas oitavas de final no fim da noite de segunda-feira foi Juan Martín Del Potro, que superou o croata Marin Cilic por 2 sets a 0, com 6/3 e 7/6 (7/3). Desta forma, ele se credenciou para encarar na próxima fase o espanhol David Ferrer, quinto cabeça de chave, que na terceira rodada venceu o francês Julien Benneteau com parciais de 7/6 (7/5) e 6/4.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG