Norte-americano perdeu para o alemão Phillip Kohlschreiber por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (5-7), 7/5 e 6/1,no Masters 1000 de Cincinnati

O norte-americano Andy Roddick se desentendeu com o árbitro brasileiro Carlos Bernardes e foi eliminado na noite da última segunda-feira em sua estreia no Masters 1000 de Cincinnati, pelo alemão Phillip Kohlschreiber. Ele perdeu por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (5-7), 7/5 e 6/1. Com o resultado, o ex-número 1 deve deixar o top 20 do ranking mundial.

Melhor no início da partida, Roddick mostrou-se forte em quadra para conseguir fechar o primeiro tie-break . No entanto, ao ficar bravo com um erro, quebrou a raquete e foi punido pelo juiz brasileiro pela primeira vez no jogo. Então, no terceiro set, arremessou uma bola para a arquibancada e recebeu punição pela segunda vez, entregando o game para o rival. Visivelmente desconcentrado, foi superado de virada sem maiores dificuldades por Kohlschreiber.

A nova maré de maus resultados de Roddick começou em Wimbledon, quando foi eliminado na terceira rodada. Logo depois, na Copa Davis, foi superado por David Ferrer sem conquistar um set sequer. Perto do ATP de Washington, sentiu uma lesão e não participou nem do torneio na capital norte-americana, nem no Masters 1000 de Montreal. Na semana que vem, deve aparecer depois da 21ª colocação no ranking de entradas da ATP e, dependendo dos resultados de alguns rivais diretos, pode cair mais ainda.

Kohlscheireber (47º), por sua vez, enfrentará na próxima rodada do Masters de Cincinnati o espanhol Feliciano López, que superou seu compatriota Juan Carlos Ferrero por 2 a 1, parciais de 4/6, 6/3 e 6/4.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.