Eu vou vencer um Grand Slam , afirma Murray - Tênis - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Eu vou vencer um Grand Slam, afirma Murray

Escocês foi vice do Aberto dos EUA 2008 e do Aberto da Austrália 2010, perdendo ambas as finais para o suíço Roger Federer

Gazeta Esportiva |

Na semana que vem, as Finais da ATP vão movimentar o mundo do tênis, que se prepara para o quinto mais importante torneio do ano. A competição, que será disputada em Londres, reúne os oito melhores tenistas do ranking e encerra a temporada 2010 do esporte. Andy Murray é um dos candidatos ao título, mas além da pressão de jogar em casa, tem que lidar com outra questão não esquecida pelos jornalistas: quando vencerá um Grand Slam?

Murray já bateu na trave duas vezes: final do Aberto dos Estados Unidos de 2008 e final do Aberto da Austrália deste ano. Nas duas ocasiões, o suíço Roger Federer foi o carrasco do britânico de 23 anos. Focado no Masters de Londres, o tenista quis amenizar a questão.

"Não vai me ajudar em nada se eu ficar obcecado por vencer um título desses", disse. "Se eu não conseguir um Grand Slam, não vou me considerar um fracassado e também não vai querer dizer que eu não tentei ao máximo. Se conseguir, será uma grande conquista. Eu acredito que ainda vou conseguir isso", acrescentou.

Na próxima semana, Murray fará a sua terceira participação nas Finais da ATP, tendo caído na fase de grupos em 2009 e avançado até as semifinais em 2008. Neste ano, o britânico caiu na chave B, ao lado de Federer, David Ferrer e Robin Soderling. No grupo B aparecem Rafael Nadal, Novak Djokovic, Tomas Berdych e Andy Roddick.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG