Suiço venceu o espanhol David Ferrer neste domingo por 2 sets a 0 e lidera grupo B do ATP Finals

Sobrou elogios até para Diego Armando Maradona. Em entrevista coletiva após a fácil vitória deste domingo, por 2 sets a 0, contra o espanhol David Ferrer, o suíço Roger Federer demonstrou extremo bom humor. Ao ser perguntado sobre a presença do ex-craque argentino na torcida, Federer ficou surpreso. Não sabia que ele estava aqui. Nunca tive a oportunidade de conhecê-lo. Mas sou um grande fã dele, disse o atual número 2 do ranking. A história dele, tudo o que passou é realmente interessante, completou.

Em busca de seu quinto título do ATP Finals, Roger Federer passou com certa facilidade pelo adversário da estreia. Olhando para o placar, não mostra como o jogo foi duro. Ganhar de um dos top 10 nunca é fácil. Estou feliz, afirmou após vencer por 6/1 e 6/4.

David Ferrer foi mais realista em sua avaliação da partida. Eu comecei nervoso e não joguei bem o primeiro set. Melhorei no segundo, mas tive poucas chances, analisou o sétimo melhor tenista do mundo.

A exemplo do que havia acontecido no primeiro duelo do dia, na vitória de Andy Murray sobre Robin Soderling, a Arena O2 estava lotada. 17 mil e 500 torcedores acompanharam a vitória de Federer e a grande maioria torceu para o suíço. É normal, ele é o número 2 do mundo, vai ser sempre assim, opinou David Ferrer.

Federer comentou ainda sobre a decisão da ATP em aumentar para 7 semanas, a partir de 2012, o período de pré-temporada. É uma boa medida. Não sou médico, mas acho que é melhor para diminuir as lesões. Se realmente irá diminuir, só o tempo dirá, analisou Federer.

A próxima rodada do grupo B do ATP Finals acontece na próxima terça-feira. Roger Federer enfrenta Andy Murray. Robin Soderling e David Ferrer fazem o segundo jogo do dia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.