Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Perto dos 30 anos, Mello projeta começo forte em 2011

Em 2010, segundo melhor tenista brasileiro voltou ao top 100 depois de quatro anos e seis meses de ausência

Gazeta Esportiva |

Nascido em 21 de dezembro de 1980, Ricardo Mello está prestes a completar 30 anos. Depois de voltar a jogar em alto nível nesta temporada, o tenista projeta um começo forte em 2011, já que tem muitos pontos para defender no primeiro semestre, a começar pelos 125 do título do Aberto de São Paulo.

"É uma coisa mais mental de o atleta achar que a partir dos 30 anos já está ficando muito velho, mas eu nunca tive problemas físicos e me sinto bem em jogos longos, de quatro ou cinco sets. Não vejo problema nenhum e acho que fisicamente posso seguir jogando por um bom tempo", disse o tenista.

Em 2010, Mello voltou ao top 100 depois de quatro anos e seis meses de ausência, disputou uma semifinal de ATP após cinco temporadas e conquistou quatro das 10 maiores vitórias da carreira. Para completar, participou de um Grand Slam pela primeira vez desde 2006.

"Foi um ano muito bom: voltei a jogar em alto nível, joguei grandes torneios e tive boas vitórias em eventos importantes. Esse era o meu principal objetivo: chegar aos 30 anos entre os 100 primeiros, jogando um bom tênis e com motivação. Estou bastante contente", afirmou.

Campeão em Delray Beach-2004, Mello chegou ao 50º lugar do ranking mundial divulgado no dia 25 de julho de 2005. Em dezembro de 2007, no entanto, o brasileiro bateu no 257º posto da lista da ATP. Com a boa campanha nesta temporada, saltou para a 76ª posição.

"Comecei muito bem esse ano, então tenho muitos pontos para defender e quero iniciar forte em 2011. Vou treinar bem aqui em São Paulo nesse mês de dezembro e começar com tudo. Você sempre tem que buscar evoluir, sempre tem espaço para melhorar", declarou.










FRANCO ATIRADOR


A segunda edição do Brasil Masters Cup será realizada entre sexta-feira e domingo, em Mogi das Cruzes. Ainda fora de forma, Ricardo Mello encara o torneio amistoso sem grandes expectativas.

"Estou há um bom tempo parado. É claro que não podemos colocar muita expectativa, porque já fazem quase dois meses que não jogo nem treino", declarou o tenista de 29 anos.

O atual campeão do torneio é Thomaz Bellucci, principal favorito ao bicampeonato. "Vou fazer o máximo possível para chegar e vencer as minhas partidas", avisou Ricardo Mello.



Tricampeão do Aberto de São Paulo, Ricardo Mello defenderá seu título no torneio em janeiro. Em seguida, ele pretende disputar o ATP 250 de Auckland como preparação para o Aberto da Austrália, torneio no qual disputou a chave principal pela última vez em 2006.

"É sempre bom sair vencendo um torneio como esse aqui de São Paulo, jogando em casa e com boa pontuação. Vou fazer de tudo para repetir as atuações anteriores. Se eu conseguir jogar em Auckland depois, vou estar 100% preparado para a Austrália. É um torneio que gosto de jogar e me sinto bem. Espero pegar uma boa chave", disse.

Questionado sobre uma meta em termos de ranking para 2011, ele preferiu adotar uma postura cautelosa. "Cheguei a estar entre os 50 primeiros e sempre penso em subir mais, mas ainda é muito cedo para traçar objetivos. O principal é continuar entre os 100 melhores", encerrou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG