Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Nadal se impõe, bate Federer e terá revanche contra Djokovic

Espanhol, número 1 do mundo, derrotou o irreconhecível suíço na semifinal do Masters 1000 de Miami

Gazeta |

O atual líder do ranking da ATP (Associação de Tênis Profissional), Rafael Nadal, despachou, nesta sexta-feira, o rival histórico Roger Federer, que estava em uma noite pouco inspirada, e garantiu presença na decisão do Masters 1000 de Miami. As parciais da partida foram 6/3 e 6/2. Na final, o oponente será o 'impecável' Novak Djokovic, que mais cedo derrotou o anfitrião Fish.

Getty Images
Rafael Nadal devolve a bolinha no duelo contra Roger Federer, na semi de Miami
No primeiro set, Nadal quebrou o saque de Federer já no terceiro game, manteve o embalo e, com a garra de sempre, abriu o placar com o contundente 6/3.

Em desvantagem, o suíço tentou reagir, utilizar todo seu imenso arsenal de jogadas, porém a força do número um do mundo prevaleceu. O "Toro" fez, logo de cara, 3 games a 0 e aumentou a pressão sobre Federer - que veio, teoricamente, mais descansado pois na semifinal contou com o abandono do francês Gilles Simon ainda na primeira parcial.

Na sequência, o suíço, abusando dos erros não forçados, não conseguiu quebrar o saque do rival e deu adeus ao torneio norte-americano. Mesmo com o revés, Federer deverá somar pontos no ranking, porque, em 2010, parou nas oitavas de final.

Já Nadal, com o triunfo (no primeiro duelo entre os dois na temporada), ampliou sua vantagem no retrospecto entre os dois: agora são 15 vitórias e oito derrotas.

Na decisão, Nadal terá uma missão ingrata: frear o embalo do sérvio Novak Djokovic, que ainda não perdeu na temporada e, nesta sexta, eliminou o local Mardy Fish. Além disso, o duelo confrontará o líder e o vice-líder do mundo.

No cômputo geral, Nadal conta também com larga vantagem: 16 a 8. Porém, na última partida (válida pela final de Indian Wells), quem levou a melhor foi Djoko. Sendo assim, o confronto será recheado de animosidade, pois Nadal ambicionará a revanche.

AFP
Nadal cumprimenta Federer após a vitória na semifinal em Miami

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG