Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Nadal ganha mais uma e pega Murray na semifinal do ATP Finals

O número 1 do mundo fez 7/6 e 6/1 em Tomas Berdych, nesta sexta-feira, em Londres, e vai encarar Murray na semifinal do torneio

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859884926&_c_=MiGComponente_C

Rafael Nadal teve dificuldades, mas venceu o tcheco Tomas Berdych, nesta sexta-feira, na Arena O2, em Londres. Com parciais de 7/6 (3) e 6/1, em uma hora e 54 minutos de jogo, o espanhol chegou a sua terceira vitória e garantiu a liderança do grupo A do ATP Finals. Nas semifinais do torneio, que acontecem neste sábado, o número 1 do mundo vai encarar o escocês Andy Murray.

Ainda nesta sexta-feira, Novak Djokovic enfrenta Andy Roddick. Ambos lutam pela segunda colocação do grupo. Quem conquistá-la, enfrenta Roger Federer na próxima fase. Berdych está eliminado.

AP
Rafael Nadal vibra com vitória sobre Tomás Berdych em Londres

O jogo
Foi um excelente primeiro set. Rafael Nadal e Tomas Berdych jogaram um grande tênis e disputaram ponto a ponto a primeira parcial. Não houve quebras de serviços. As duas únicas e boas oportunidades de quebra foram no segundo e quinto games. Nadal sacou em 0 a 1 e 15 x 40, mas conseguiu se recuperar e confirmar o saque. Berdych sacou em 2 a 2 , 15 a 40, e mostrou personalidade para reverter a situação e confirmar seu serviço.

A situação mais curiosa do primeiro set aconteceu quando o número 1 do mundo sacava em 5 a 6, 15 iguais. O árbitro de cadeira, o brasileiro Carlos Bernardes, parou o ponto após ter visto uma bola fora do tcheco. Berdych não gostou da intervenção da arbitragem e desafiou o lance. O número 6 do ranking tinha razão. A bola havia tocado na linha. O ponto foi dado para Berdych e Rafael Nadal ficou indignado com o brasileiro. O espanhol tentou, sem sucesso, que o ponto fosse disputado novamente. Mesmo irritado, o espanhol mostrou o porquê de ser o melhor do mundo. Não perdeu a concentração, passou a vibrar mais ainda a cada ponto ganho e levou o set para o tie-break. No desempate, Nadal foi superior e fechou em 7 a 3.

Na segunda parcial, Rafael Nadal continuou com a mesma consistência. O espanhol errava pouco e obrigava Berdych a matar as jogadas, se quisesse pontuar.  O tcheco, porém, passou a cometer mais erros não-forçados. No total, foram 33 de Berdych contra apenas 13 de Nadal.

O espanhol quebrou os serviços do único estreante do ATP Finals no quarto e sexto games. Nadal não permitiu nenhuma quebra sequer, e fechou o set em 6/1.

Leia tudo sobre: tênis - atptênis - rafael nadal

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG