Pentacampeão do Grand Slam enfrenta agora o britânico Andy Murray. Federer e Djokovic fazem a outra semi

EFE
Contra Robin Soderling, Rafael Nadal teve sua primeira grande exibição em Roland Garros
O verdadeiro tênis de Rafael Nadal voltou às quadras nesta quarta-feira. Depois de suar em jogos considerados fáceis nas primeiras rodadas de Roland Garros, o espanhol apresentou honrou sua condição de número um do mundo e despachou o sueco Robin Soderling (5º) por 3 sets a 0, parciais 6/4, 6/1 e 7/6 (7-3). Seu adversário na semifinal será o britânico Andy Murray, que bateu o argentino Juan Ignacio Chela também por 3 a 0 .

Este ano no saibro francês, Nadal não vinha apresentando bom jogo e vencia no sacrifício, assim como fez na primeira rodada, em partida de cinco sets contra o norte-americano John Isner . Ao longo do torneio, o número um do mundo ainda apresentava um tênis inconsistente e sem confiança. Mas esta escrita mudou contra Soderling.

Único tenista a derrotar Nadal no saibro parisiense, Soderling sofreu com a potência do espanhol logo no primeiro game da partida, quando perdeu seu serviço. Firme no fundo de quadra, Nadal aumentou a vantagem e conquistou amplo domínio da parcial. O sueco ainda reagiu e devolveu uma quebra, mas mesmo assim perdeu o primeiro set.

No segundo set, Nadal voltou ainda mais forte e não deixou Soderling se sentir confortável em quadra, anotando 6/1 em apenas 34 minutos. O jogo ficou mais equilibrado na terceira parcial que, ao contrário das duas anteriores, não teve quebra de saque. Com a decisão no tie break , Nadal superou Soderling e garantiu a vaga na próxima rodada.

O suíço Roger Federer e o sérvio Novak Djokovic, na outra chave, se enfrentam pela vaga na decisão de Roland Garros. Caso passe por Federer, Djokovic ultrapassará Nadal no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e será o novo número um do mundo.

Nadal desliza para rebater golpe de Soderling. Espanhol quer seus sexto título em Roland Garros
AFP
Nadal desliza para rebater golpe de Soderling. Espanhol quer seus sexto título em Roland Garros

*com GE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.