Tamanho do texto

Espanhol fez 3 a 1 para cima do argentino e sua equipe levou o título com 3 vitórias a uma na decisão

Apesar da eliminação ainda na primeira fase do ATP Finals , o espanhol Rafael Nadal terminou a temporada em alta. Neste domingo, venceu o argentino Juan Martin Del Potro por 3 a 1, com parciais de 1/6, 6/4, 6/1 e 7/6, e deu o título da Copa Davis para a Espanha, que fez 3 a 1 na decisão sobre a Argentina.

Após dois dias de disputa, os europeus tinham vantagem de 2 a 1. Na sexta-feira, Nadal bateu Juan Monaco e o seu compatriota David Ferrer superou Del Potro. No sábado, David Nalbandian e Eduardo Schwank ganharam a partida de duplas contra Feliciano Lopez e Fernando Verdasco.

Cansado por causa do jogo de quase cinco horas contra Ferrer, e precisando da vitória, Del Potro tentou resolver o jogo sem muita demora e ganhou o primeiro set por 6/1. O 11º do ranking, porém, não conseguiu manter o ritmo e perdeu os dois períodos seguintes, por 6/4 e 6/1.

No último, o argentino chegou a quebrar o espanhol e sacar para o set, mas perdeu a oportunidade de empatar a partida e forçar o desempate. No 12º game, Nadal teve a mesma chance, mas também não confirmou seu serviço. No tie break, ele ganhou todos os pontos e garantiu o título.

Com apenas dois vices na história da competição até a primeira conquista, em 2000, a Espanha já soma cinco títulos de Davis: 2004, 2008, também com vitória sobre a Argentina na decisão, e 2009. Ela se aproxima da Suécia, quarta colocada com sete troféus, mas ainda está longe de França e Reino Unido (9), Austrália (28) e Estados Unidos (32).

Nadal amplia a vantagem no confronto direto contra Del Potro. Agora, são sete vitórias em dez partidas. A principal do argentino foi na semifinal do Aberto dos Estados Unidos de 2009, ainda o principal título da sua carreira.

Espanhóis comemoram título da Copa Davis em quadra em Sevilla
EFE
Espanhóis comemoram título da Copa Davis em quadra em Sevilla

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.