Segundo o espanhol, doping não é possível devido ao rigor dos exames, que, de acordo com ele, ferem a privacidade do atleta

Nadal acredita que o atual modelo de exame antidoping é um atentado à privacidade
EFE
Nadal acredita que o atual modelo de exame antidoping é um atentado à privacidade
O tenista espanhol Rafael Nadal se mostrou contundente nesta segunda-feira ao afirmar que tem certeza que "não há nenhum atleta de elite que esteja competindo e se dope" e destacou que "isto é impossível nos dias de hoje".

Leia também: Federação espanhola processará TV francesa por piada com Nadal

"Não sei se temos um problema com o doping. Eu não estou informado deste assunto, estou à margem. Só posso falar do que conheço e acredito que não, mas é real que o doping existe em qualquer lugar do mundo porque sempre há gente disposta a montar armadilhas", disse Nadal em uma entrevista à emissora espanhola "TVE".

"Nós temos um regime de exames antidoping que é uma brutalidade. Eu tenho que dizer nos 365 dias do ano onde vou estar e tenho que reservar uma hora de cada um destes dias para o exame antidoping", argumentou o tenista.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Nadal acrescentou que também quer um esporte limpo e transparente, mas que o atual modelo de exames antidoping "é um atentado contra a privacidade dos esportistas".

Durante a entrevista, o espanhol também repassou o início da sua carreira. "A preparação tão dura quando era pequeno me ajudou a superar todos os contratempos. É a educação do esforço, da superação, de ir ao limite e buscar um pouco mais", comentou.

Doping na Espanha: Contador é condenado, perde títulos e não vai às Olimpíadas

Por fim, Nadal falou sobre seu carrasco nos últimos torneios, o sérvio Novak Djokovic . "Nole é melhor tenista que eu e que os demais. É o que demonstrou neste último ano", concluiu.

O espanhol admitiu a superioridade de Novak Djokovic, de quem foi
EFE
O espanhol admitiu a superioridade de Novak Djokovic, de quem foi "freguês" nos últimos Grand Slams

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.