Escocês não teve dificuldades contra a surpresa do torneio e venceu em menos de uma hora de partida

selo

Tenista escocês pode chegar ao terceiro lugar no ranking da ATP em caso de título
AP
Tenista escocês pode chegar ao terceiro lugar no ranking da ATP em caso de título
O escocês Andy Murray e o espanhol David Ferrer vão se enfrentar no domingo na final do Masters 1000 de Xangai, na China. Neste sábado, eles derrotaram o japonês Kei Nishikori e o espanhol Feliciano Lopez, respectivamente, pelas semifinais e garantiram presença na decisão.

Murray se garantiu na final em Xangai ao superar Nishikori por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/0, em apenas 56 minutos. Número 47 do mundo, o japonês foi a principal surpresa do torneio, mas não resistiu ao quarto colocado no ranking da ATP, que assumirá o terceiro lugar da lista em caso de título.

O britânico chega à final em Xangai embalado pelas conquistas dos títulos em Bangcoc e Tóquio no giro asiático, com 24 vitórias conquistadas nas últimas 25 partidas. No domingo, Murray vai defender o seu título de 2010 na China e tentará ser campeão pela oitava vez de um Masters 1000. O escocês tem quatro vitórias e três derrotas diante de Ferrer. Neste ano, Murray venceu os duelos no Aberto da Austrália e no Torneio de Tóquio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.