Tamanho do texto

Próximo adversário do escocês no Grand Slam será o número um do mundo, o espanhol Rafael Nadal

As esperanças britânicas de ter um tenista local campeão de Wimbledon , fato que não acontece há 75 anos, ainda continuam firmes em 2011. Nesta quarta-feira, o escocês Andy Murray , número quatro do mundo, venceu o espanhol Feliciano López , 44º, por 6/3, 6/4 e 6/4 e se classificou para as semifinais do tradicional torneio inglês, disputado na grama.

Melhor desde o início do jogo, Murray não foi ameaçado durante todo o confronto. Logo no sexto game do primeiro set, obteve sua primeira quebra e não cedeu mais games para seu adversário. No segundo, foi mais pressionado, mas manteve a liderança novamente com boa devolução.

Apesar da pressão por parte de López na última parcial, melhor em seu serviço, o espanhol não conseguiu se impor na recepção e foi mais uma vez superado, dando números finais à partida. Esta foi a quinta vitória em cinco oportunidades do britânico para cima de seu adversário. O último encontro entre os rivais de hoje havia sido em Valência, no ano passado.

Faltam duas partidas para Andy Murray ser o primeiro britânico campeão em Wimbledon em 75 anos
Getty Images
Faltam duas partidas para Andy Murray ser o primeiro britânico campeão em Wimbledon em 75 anos
O último britânico campeão em Wimbledon foi Fred Perry, também o último a ser campeão de um Grand Slam. O inglês, falecido em 1995, foi três vezse vencedor do torneio realizado em casa e, desde então, nenhum representante do Reino Unido sagrou-se vencedor da mais antiga competição de tênis do mundo.

Com a vitória, Murray - que venceu o ATP de Queen's neste mês - encara agora o espanhol Rafael Nadal, que passou pelo norte-americano Mardy Fish por 3 sets a 1 também nesta quarta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.