Sérvio teve grande ímpeto inicial contra o francês, mas perdeu tie-breaks e foi eliminado do Masters

O francês Gael Monfils, cabeça-de-chave número 5, não começou bem seu duelo pela terceira rodada do Masters 1000 do Canadá, mas mostrou grande poder de reação nesta quinta-feira e, vencendo dois tie-breaks, conseguiu bater por 2 sets a 1 o sérvio Viktor Troicki, com parciais de 3/6, 7/6 (0) e 7/6 (5), em mais de 2 horas e meia de partida.

Aparentemente desligado, Monfils acabou não fazendo frente ao grande ímpeto inicial de Troicki, sendo presa relativamente fácil na primeira parcial. No segundo set, o panorama mudou, já que nenhum dos dois tenistas conseguia quebrar o saque do rival. Seca que acabou no tie-break, quando o francês impôs sete pontos seguidos e igualou o duelo.

Já no terceiro, o sérvio chegou a abrir 5 a 3, mas não conseguiu fechar a partida, que foi mais uma vez ao desempate. Trocando pontos, os dois mantiveram a igualdade até o quinto favorito conseguir um mini-break e fechar com um ace a sua passagem para as quartas de final, onde enfrenta o também sérvio Novak Djokovic.

Quem também esteve bem nesta quinta foi outro oriundo dos atuais campeões da Davis, Janko Tipsarevic. Encarando o croata Ivan Dodig, ele passou com tranquilos 6/1 e 6/4, e agora fará um confronto com o tcheco Tomas Berdych, que venceu Ivo Karlovic por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (2).

Também nesta quinta, Mardy Fish bateu o letão Ernest Gulbis por 2 sets 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4, e terá pela frente nas quartas de final o suíço Stanislas Wawrinka, que venceu o sul-africano Kevin Anderson também por 2 sets a 1, por 6/4, 4/6 e 6/4.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.