Brasileiros perderam para cazaque Andrey Golubev e uzbeque Denis Istomin por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4

selo

Os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares deram adeus ao torneio de duplas de Roland Garros nesta sexta-feira. Depois de passarem pelos norte-americanos Michael Russell e Ryan Sweeting na estreia, os dois tenistas acabaram derrotados na segunda rodada pela parceria formada pelo cazaque Andrey Golubev e o uzbeque Denis Istomin por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 6/4.

Cabeças de chave número 11 do Grand Slam francês, Melo e Soares haviam avançado às quartas de final em Paris no ano passado e, por isso, sofrerão consequências negativas no ranking mundial por não terem conseguido defender os pontos conquistados na edição passada da competição.

Com o triunfo sobre os brasileiros, Golubev e Istomin terão pela frente na próxima fase a dupla formada pelo paquistanês Aisam-Ul-Haq Qureshi e o indiano Rohan Bopanna, que bateram nesta sexta o argentino Maximo Gonzalez e o japonês Kei Nishikori por 2 sets a 1, também de virada, com 6/7 (4/7), 6/3 e 6/4.

Melo e Soares acabaram punidos por não terem conseguido aproveitar chances em momentos decisivos no confronto desta sexta. Eles quebraram o saque dos adversários em apenas uma de nove oportunidades, enquanto Golubev e Istomin foram felizes em duas de quatro chances de vencer no serviço dos brasileiros.

A dupla do país se despede de Roland Garros de forma amarga depois de ter conquistado neste ano os títulos do Torneio de Santiago e do Brasil Open, na Costa do Sauipe, e ficado com o vice-campeonato em Acapulco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.