Brasileiros enfrentarão adversários da casa na estreia da competição disputada em Buenos Aires

Quatro brasileiros estão inscritos para disputar o Challenger de Buenos Aires, na Argentina, a partir desta segunda-feira. Dentre eles, está Ricardo Mello e João Souza, o Feijão, que serão um dos cabeças de chave do torneio. Os outros representantes do Brasil serão Rogério Silva e Júlio Silva.

Os confrontos já estão definidos. Na primeira rodada, Mello, cabeça de chave número três, enfrenta o tenista da casa Eduardo Schwank, com quem jogou recentemente na final do Challenger de Rio Preto e saiu vitorioso.

Cabeça de chave número sete, Feijão também pegará um tenista da Argentina na estreia. Ele encara Maximo González e caso vença não escapará dos confrontos com argentinos, já que o próximo adversário sai do embate entre Facundo Arguello e Andrés Molteni. O foco do paulista é voltar ao top 100 do ranking da ATP e se classificar para o Aberto da Austrália. Atualmente, ele é o número 104 do mundo.

Rogério Silva terá pela frente o argentino convidado do campeonato Agustin Velotti e a expectativa é de uma partida fácil para o brasileiro. Já Júlio Silva aguarda um adversário do qualificatório.

O cabeça de chave número um é o tenista da casa Carlos Berlocq, 65º no ranking da ATP, que duela com o francês Guillaume Rufin na primeira partida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.