Brasileiro vai enfrentar Diego Junqueira, um adversário menos complicado no Torneio de Kitzbuhel

selo

Depois de estrear com vitória no Torneio de Kitzbuhel, na última terça-feira, o brasileiro João Souza, o Feijão, soube nesta quarta que irá enfrentar um rival menos complicado do que esperava na segunda rodada do ATP 250 austríaco disputado em quadras de saibro. O croata Ivan Ljubicic, cabeça de chave número 3 da competição, desistiu da competição e abriu espaço para a entrada na chave do argentino Diego Junqueira, que será o rival do tenista do País nesta quinta.

Junqueira entrará no torneio como lucky-loser e enfrentará Feijão pela primeira vez em um torneio do circuito principal da ATP. Os dois tenistas, porém, já mediram forças em oito partidas em competições de nível inferior, e o argentino leva vantagem no retrospecto, com cinco vitórias e três derrotas.

Os últimos dois duelos entre os sul-americanos aconteceram neste ano, com Junqueira vencendo por 2 sets a 0 em Zagreb, na Croácia, e o brasileiro ganhando em Santos, também por 2 a 0. A partida entre os dois era para acontecer nesta quarta, mas foi adiada por causa da chuva que atrasou a programação do dia em Kitzbuhel.

Caso passe pelo argentino na segunda rodada, Feijão terá pela frente nas quartas de final o ganhador do duelo entre os espanhóis Pablo Andujar e Albert Ramos, também programado para esta quinta-feira.

Por causa da chuva, apenas três jogos foram completados nesta quarta em Kitzbuhel. Em um deles, o argentino Juan Ignacio Chela, cabeça de chave número 1, estreou com vitória sobre o espanhol Daniel Gimeno-Traver por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/3. Com o triunfo, Chela terá pela frente, já nas quartas de final, o ganhador do duelo entre o espanhol Marcel Granollers e o croata Antonio Veic. O primeiro deles ganhava o terceiro set por 4 a 2 quando o duelo foi interrompido por causa da chuva.

Outro cabeça de chave que se garantiu nas quartas de final nesta quarta foi o italiano Andreas Seppi. Pré-classificado como sexto maior favorito, ele superou o espanhol Pere Riba por 7/5 e 6/4 e se credenciou para encarar o também espanhol Feliciano Lopez, segundo cabeça de chave, ou o holandês Robin Haase, que empatavam por 1 set a 1 quando o duelo entre os dois foi paralisado nesta quarta.

Já o italiano Fabio Fognini não conseguiu comprovar a sua condição de quarto cabeça de chave ao cair diante do colombiano Santiago Giraldo, que venceu por 2 sets a 0, com 6/3 e 6/4, e terá pela frente nas quartas de final o ganhador da partida entre o espanhol Albert Montanes e o alemão Philipp Kohlschreiber.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.