Empolgado, Gustavo Kuerten comentou a partida do jovem tenista pelo Twitter e repassou seu antigo apelido

Entusiasta do tênis nacional, o tricampeão de Roland Garros e ex-número 1 do mundo Gustavo Kuerten, o Guga, sempre fez questão de defender Thomaz Bellucci, sobretudo nos momentos de derrota do paulista. E, agora que o jovem de 23 anos está em seu auge (venceu de forma consecutiva dois top 10 e se classificou à semi do Masters de Madrid), o 'Manezinho da Ilha' assume o papel de torcedor do jovem talento.

Segundo Larri Passos, antigo técnico de Guga e que agora treina Bellucci, Guga era o "Cavalo", por conta de sua entrega em quadra.

Neste sábado, pelo Twitter, o tricampeão de Roland Garros utilizou por diversas vezes a alcunha para incentivar o brasileiro durante a dura partida contra o sérvio Novak Djokovic.

Bellucci mostrou bastante vigor físico no início da partida contra Djokovic, mas acabou se cansando
EFE
Bellucci mostrou bastante vigor físico no início da partida contra Djokovic, mas acabou se cansando

"Game perfeito em hora importante. Sacou e definiu todos os pontos. Vamos, Cavalo". "Agora é a hora. Último game foi um banho de água fria no Djoko. Vamos, Cavalo", publicou Guga, que encerrou a carreira em maio de 2008, após recorrentes lesões no quadril.

Bellucci venceu o primeiro set (6/4), mostrando uma personalidade invejável. No entanto, Djoko, invicto na temporada 2011, se recuperou e virou o duelo. Na decisão do saibro espanhol, o adversário será o espanhol Rafael Nadal. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.