Sorteio desta quarta colocou russos para enfrentarem brasileiros pela repescagem da Copa Davis

Gustavo Kuerten gostou do adversário do Brasil na Davis
Getty Images
Gustavo Kuerten gostou do adversário do Brasil na Davis
Um sorteio realizado em Londres na manhã desta quarta-feira definiu que o Brasil enfrentará a Rússia nos playoffs do Grupo Mundial da Copa Davis , como mandante. Com direito a escolher o piso e o local do confronto, Gustavo Kuerten gostou do duelo e o capitão João Zwetsch avisou que os adversários vão sofrer.

Leia também: Brasil reencontra Rússia na repescagem da Copa Davis

"Acho que a Rússia em casa é uma boa! Quase ganhamos deles ano passado lá", escreveu Guga em seu perfil no Twitter antes mesmo do sorteio. Nos playoffs do ano passado, Thomaz Bellucci chegou a ter dois match points diante de Mikhail Youzhny, mas não conseguiu classificar a equipe ao Grupo Mundial.

João Zwetsch também usou o Twitter para se manifestar. "Os russos são muito bons, mas nosso time está forte e com muita vontade e confiança. Aqui no Brasil, a conversa é outra!", escreveu o capitão, já que no ano passado a equipe nacional perdeu dos russos em uma quadra dura coberta armada na cidade de Kazan.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Em uma conversa com um de seus seguidores, Zwetsch ainda avisou: "pode ter certeza que eles vão sofrer!". O duelo será realizado entre os dias 14 e 16 de setembro. A Confederação Brasileira de Tênis (CBT) ainda não definiu o local e o piso, mas é muito provável o saibro seja utilizado.

O ex-tenista Fernando Meligeni, que já exerceu o cargo de capitão da equipe nacional na Copa Davis, vê com bons olhos o confronto diante dos russos. "Que belo sorteio. 'Me gusta' Rússia em casa. Eles já não metem medo. Dá para ganhar. Saibrão neles", recomendou o antigo jogador no Twitter.

Após integrar a equipe na vitória sobre a Colômbia em São José do Rio Preto, Thiago Alves se manifestou através do microblog. "Bom demais o sorteio do Brasil na repescagem da Copa Davis. Tenho confiança que dessa vez subimos", declarou o tenista.

Em seu último compromisso na Davis, o Brasil bateu a Colômbia por 4 a 1 com Thomaz Bellucci (44º), João "Feijão" Souza (99º), Bruno Soares (21º) e Marcelo Melo (36º), no saibro. Já a Rússia perdeu da Áustria por 3 a 2, na quadra dura coberta, com Mikhail Youzhny (35º), Nikolay Davydenko (38º), Alex Bogomolov Jr. (40º) e Igor Kunitsyn (91º) - Davydenko e Youzhny jogaram apenas duplas.

Se vencer a Rússia, o Brasil volta ao Grupo Mundial, do qual está afastado desde a temporada de 2003, quando ainda contava com Gustavo Kuerten. Nos últimos anos, a equipe foi derrotada nos playoffs sucessivamente por Rússia, Índia, Equador, Croácia, Áustria e Suécia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.