Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Ferrer vence sensação Raonic e avança no Aberto da Austrália

Espanhol saiu perdendo, mas virou para cima de jovem canadense e chegou pela primeira vez às quartas do primeiro Grand Slam do ano

EFE |

O tenista espanhol David Ferrer pôs um fim ao "efeito Milan Raonic", uma das sensações do Aberto da Austrália. Representante das gerações que floresceram no primeiro Grand Slam da temporada, o jpvem canadense foi batido nas oitavas de final por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2, 6/3 e 6/4. Estreante no torneio, Raonic tinha deixado pelo caminho rivais reputados como o alemão Bjorn Phau, o francês Michael Llodra e, sobretudo, o russo Mikhail Youzhny, décimo favorito.

O primeiro tenista que chegou aos 16 finalistas após sair do qualifying desde Marcos Baghdatis, em 2005, bateu de frente com a solidez do espanhol e chegou a vencer o primeiro set. David Ferrer, porém, é um jogador que não faz concessões. Ótimo fisicamente, como é o caso na Austrália é difícil de superar. Não dá trégua e obriga seu adversário a um desgaste extremo. Quando o espanhol apertou o ritmo, a partir da segunda parcial, Raonic não foi páreo.

Com a ida às quartas de final, Ferrer iguala sua melhor atuação em Melbourne, de 2008. E espera dar mais um passo, rumo à semifinal perante o vencedor do jogo entre seu compatriota Rafael Nadal e o croata Marin Cilic.

Leia tudo sobre: aberto da austráliaferreratpraonic

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG