Tamanho do texto

O espanhol não se deixou abater pelas quatro derrotas consecutivas para o britânico e o despachou com 2 sets a 0

selo

O espanhol David Ferrer desbancou o favoritismo do britânico Andy Murray ao estrear no ATP Finals com uma vitória por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/5, nesta segunda-feira, em Londres. O jogo abriu a primeira rodada do Grupo A da competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada na capital inglesa. 

Leia mais: Murray alega dores e cogita abandonar o ATP Finals

Murray vinha de quatro vitórias seguidas sobre Ferrer, sendo três delas neste ano, mas acabou sucumbindo na estreia. Ainda nesta segunda, pela segunda rodada desta chave, o sérvio Novak Djokovic irá enfrentar o tcheco Tomas Berdych. 

Esse foi o quarto triunfo de Ferrer em nove confrontos com Murray, que defendia sua vantagem no retrospecto geral do duelo entre os dois e não era derrotado pelo adversário desde o Masters 1.000 de Madri de 2010. De lá para cá, o britânico levou a melhor sobre o rival no ATP Finals do ano passado e, em 2011, no Aberto na Austrália, no Torneio de Tóquio e no Masters 1.000 de Xangai.

David Ferrer comemora vitória sobre o escocês Andy Murray
AP
David Ferrer comemora vitória sobre o escocês Andy Murray

Atual quinto colocado do ranking mundial, Ferrer acabou beneficiado também por um problema físico de Murray, que se queixou de dores no quadril durante o duelo. O fato acabou refletindo negativamente na queda de rendimento do tenista número 3 do mundo, que não conseguia ser eficiente com o saque na mão. No primeiro set, ele acabou tendo o serviço quebrado pelo espanhol em duas de quatro oportunidades cedidas ao rival, enquanto o britânico só aproveitou uma das cinco chances que teve de quebrar o saque do seu adversário nesta parcial. 

Já no segundo set, depois de receber atendimento médico, Murray elevou a eficiência do seu primeiro serviço, com 55% de aproveitamento contra apenas 37% obtidos na primeira parcial, mas isso não foi suficiente para evitar a derrota para Ferrer.



O espanhol foi feliz em três de seis break points no set, sendo que, ao converter o último deles, liquidou a partida em 7/5. Já o britânico obteve duas quebras em duas chances nesta parcial, mas acabou frustrando os torcedores em Londres no início de sua trajetória em busca de um inédito título do ATP Finals. 

Esse é o segundo dia de disputas desta edição da competição, que no último domingo foi iniciado com os jogos do Grupo B, no qual o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal saíram na frente com vitórias sobre o francês Jo-Wilfried Tsonga e o norte-americano Mardy Fish, respectivamente.