Na próxima fase, número 2 do mundo enfrentará Stanislas Wawrinka, seu compatriota e parceiro nas duplas

Depois de ver o rival Rafael Nadal passar sufoco contra o indiano Somdev Devvarman , pelo Masters 1000 de Indian Wells, Roger Federer teve experiência semelhante. O suíço teve que suar a camisa para bater o jovem local Ryan Harrison, convidado pela organização do torneio, por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-4) e 6/3, em 1h25min de partida. Com o triunfo, Federer avançou às quartas de final do torneio norte-americano.

Na próxima fase, o número 2 do mundo enfrentará Stanislas Wawrinka, seu compatriota e parceiro no torneio de duplas. Wawrinka avançou às quartas de final ao eliminar o tcheco Tomas Berdych ( algoz do brasileiro Thomaz Bellucci ). O retrospecto de Federer contra seu próximo adversário é muito bom: em oito confronto, venceu sete vezes - a última foi neste ano, pelas quartas do Aberto da Austrália.

Federer cumprimenta Harrison após vencê-lo. Norte-americano deu trabalho ao número 2 da ATP
Reuters
Federer cumprimenta Harrison após vencê-lo. Norte-americano deu trabalho ao número 2 da ATP

O jogo
No começo do primeiro set, Harrison pareceu sentir a importância do jogo contra um dos maiores tenistas da atualidade. O norte-americano cometeu erros bobos e saiu perdendo por 2 a 0. No entanto, o norte-americano se levantou e encostou em Federer, se mantendo atrás no placar e quebrando o saque do suíço em duas ocasiões em que ele poderia ter fechado a parcial, em 5/4 e 6/5, levando o jogo para o tie-break . No momento decisivo, no entanto, não resistiu e perdeu a disputa no final, por 7-4.

Mal nos saques, Federer respirou um pouco no segundo set, quando dominou o rival e foi mais agressivo, quebrando o saque do norte-americano no sexto game do jogo. A partir dali o suíço poderia ter definido rapidamente a partida, mas falhou novamente ao ceder um saque a Harrison, vencendo "apenas" por 6/3 após confirmar seu serviço.

*com GE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.