Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer também defende redução do calendário da ATP

Ex-número 1 do tênis intensifica pressão para que a medida seja tomada na reunião entre os diretores da entidade, no dia 21 de novembro

Agência Estado |

Um dos maiores tenistas da história, o suíço Roger Federer afirmou nesta terça-feira que é a favor da redução no calendário do circuito profissional da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), intensificando a pressão para que a medida seja tomada na reunião entre os diretores da entidade, que acontecerá no dia 21 de novembro, em Londres. Federer, assim como diversos outros tenistas que defenderam essa alteração - incluindo o espanhol Rafael Nadal, que lidera o ranking mundial -, diz acreditar que uma pré-temporada mais longa seria fundamental para a redução no número de lesões entre os jogadores.

"Com o passar dos anos acabamos perdendo algumas semanas (de pré-temporada), mas eu acho que é hora de voltar um pouco para termos uma pré-temporada decente. Espero que os torneios entendam que é em benefício deles", declarou Federer.

A posição tomada por Federer aumentará a pressão sobre os dirigentes, já que ele é um dos maiores tenistas de todos os tempos. No último domingo, inclusive, o suíço conquistou seu 65º título num torneio da ATP, superando o norte-americano Pete Sampras e se tornando o quarto maior vencedor da era profissional, atrás apenas de Jimmy Connors (109), Ivan Lendl (94) e John McEnroe (77).

O número 2 do mundo está na França, onde disputará o Masters de Paris, no qual nunca passou das quartas de final. Ele inicia sua caminhada em busca do título nesta quarta-feira, contra um tenista da casa: Richard Gasquet.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG