Tamanho do texto

Suíço até teve dificuldades no primeiro set contra Kudryavtsev, mas venceu os dois sets seguintes com facilidade

O suíço Roger Federer começou bem sua campanha no Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano. Nesta segunda-feira, ele derrotou o qualifier russo Alexander Kudryavtsev por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/2 e 6/2, e avançou à segunda rodada do torneio.

Leia também: Nadal embala no segundo set e vence americano em estreia

O primeiro set foi mais disputado do que o esperado, graças ao bom desempenho do tenista russo, que usou golpes potentes para dificultar a vida de Federer. A derrota no fim da parcial, no entanto, minou o embalo de Kudryavtsev e seu nível de jogo caiu nos sets seguintes. Ele ainda sofreu com dores na coxa e chegou a pedir atendimento médico na quadra.

Na segunda rodada do Aberto da Austrália, Federer enfrenta o vencedor do confronto entre o alemão Andreas Beck e o francês Eric Prodon. O suíço já enfrentou o germânico, na segunda rodada do Aberto dos Estados de 2010, e venceu com tranquilidade.

E ainda: Berdych, Fish e Almagro vencem na estreia. Verdasco sofre virada

Roger Federer não teve grandes dificuldades para vencer russo e avançar no Aberto da Austrália
AFP
Roger Federer não teve grandes dificuldades para vencer russo e avançar no Aberto da Austrália

Já o argentino David Nalbandian foi beneficiado pela desistência do finlandês Jarkko Nieminen, campeão do ATP 250 de Sydney . Cansado pela campanha na semana anterior, em que disputou o qualifying e foi até a última partida da chave principal, o tenista europeu abandonou a partida quando o placar aponta 6/5 e 5/2 para o adversário.

Na segunda rodada em Melbourne, Nalbandian tem pela frente o norte-americano John Isner, cabeça de chave 16 do primeiro Grand Slam do ano. Nesta segunda-feira, ele contou novamente com seu potente saque para derrotar o australiano Benjamin Mitchell por 6/4 , 6/4 e 7/6 (7-1).

O confronto direto aponta vantagem do argentino, que venceu os dois confrontos entre eles, no Masters 1000 de Cincinnati de 2010, e no ATP 250 de Auckland de 2011.