Com a derrota para Jo-Wilfried Tsonga, ex-número 1 do mundo continua seu jejum de mais de um ano sem títulos de Grand Slam

Pela primeira vez na carreira, o suíço Roger Federer abriu 2 a 0 em uma partida de Grand Slam e não saiu vencedor. Ele perdeu do francês Jo-Wilfried Tsonga por 3 a 2, com parciais de 3/6, 6/7, 6/4, 6/4 e 6/4 e está eliminado de Wimbledon . O terceiro do ranking repete a campanha do ano passado e para nas quartas de final.

Antes da derrota para o tcheco Tomas Berdych, em 2010, Federer havia chegado sete vezes seguidas entre os quatro melhores do torneio e, em todas elas, foi à final, perdendo apenas a de 2008 para Rafael Nadal.

Logo no primeiro game do jogo, o suíço quebrou o serviço de Tsonga, fechou tranquilamente o set em 6/3 e precisou de tie break no segundo. Nos outros três, não conseguiu segurar o bom saque do rival e foi derrotado.

Federer vê sua vantagem no confronto direto diminuída. Agora, já são duas derrotas em seis confrontos. Na semifinal, Tsonga enfrenta o sérvio Novak Djokovic, que passou pela sensação australiana Bernard Tomic por 3 sets a 1 . O francês o venceu cinco vezes em sete duelos.

Após a derrota para Tsonga, Roger Federer junta seus pertences e dá adeus à grama de Wimbledon
AP
Após a derrota para Tsonga, Roger Federer junta seus pertences e dá adeus à grama de Wimbledon
O ex-número 1 do mundo continua seu jejum de mais de um ano sem títulos de Grand Slam. A última conquista foi o Aberto da Austrália de 2010. De lá para cá, caiu nas quartas de final de Roland Garros-10 e Wimbledon-10, nas semifinais do Aberto dos EUA-10 e do próprio Aberto da Austrália-11, e na final de Roland Garros-11.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.