Número 3 da ATP venceu Seppi por 2 sets a 1 e encara o francês, que superou Ramos-Vinolas por 2 sets a 0

selo

Cabeça de chave número 2 do Torneio de Doha, Roger Federer sofreu mais do que imaginava para avançar à semifinal do ATP 250 disputado no Catar, nesta quinta-feira. O tenista suíço precisou jogar três sets em uma hora e 38 minutos de partida para superar o italiano Andreas Seppi por 2 a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 6/4.

Com a vitória nas quartas de final, Federer jogará contra Jo-Wilfried Tsonga por um lugar na decisão da competição. O tenista francês se garantiu na semifinal ao bater facilmente o espanhol Albert Ramos-Vinolas por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, também nesta quinta.

O confronto entre os dois tenistas, nesta sexta-feira, será uma reedição da semifinal do ano passado, quando o suíço levou a melhor, vencendo por 2 sets a 0. Atual campeão em Doha, Federer busca o seu quarto título do torneio catariano.

Vitória por 2 sets a 1 credenciou o atual número 3 do ranking da ATP a enfrentar Tsonga
AP
Vitória por 2 sets a 1 credenciou o atual número 3 do ranking da ATP a enfrentar Tsonga

Nesta quinta, Federer impôs a sua melhor categoria no primeiro set, mas sofreu um "apagão" no segundo, quando chegou a estar perdendo por 5 a 1 do italiano. Em seguida, o suíço reagiu e empatou em 5 a 5, mas voltou a ter o seu saque quebrado e viu o adversário liquidar a parcial em 7 a 5. No terceiro set, porém, o recordista de títulos de Grand Slam conseguiu um converter um break point logo no início e depois administrou a vantagem para fechar o placar e o jogo com um 6/4.

No final das contas, Federer aproveitou cinco de nove chances de quebrar o saque de Seppi, que foi feliz em quatro de nove oportunidades de fazer o mesmo. E, apesar de ter travado um confronto equilibrado com o suíço, o italiano não conseguiu evitar a sua oitava derrota em oito confrontos com o tenista número 3 do mundo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.