"O importante é avançar e ter uma nova chance no dia seguinte, ir andando na chave", disse o cabeça de chave número um de Dubai

Roger Federer fez valer o posto de cabeça de chave um do ATP 500 de Dubai e estreou com vitória no torneio árabe . Apesar de ter vencido o indiano Somdev Devvarman com relativa facilidade (2 sets a 0), o suíço admitiu que estreias em geral são complicadas para ele.

"Tive alguns jogos difíceis de primeira rodada aqui em Dubai. Por isso, não julgo minhas estreias com tanta dureza. O importante é avançar e ter uma nova chance no dia seguinte, ir andando na chave. Então, quando eu chego nas quartas ou na semi, espero jogar bem melhor", declarou Federer, que enfrenta o espanhol Marcel Granollers nas oitavas de final do torneio.

O número dois do mundo chamou atenção ainda para o adversário Devvarman, desconhecido do suíço até a partida desta terça. Para Federer, é importante não subestimar o rival. "Em estreias, sempre espero jogos duros. Não que os mais adiante sejam fáceis, afinal, os adversários são melhores. Mas eu nunca tinha jogado com ele antes, portanto, a última coisa que faria seria subestimá-lo".

Voltando às quadras desde a derrota nas semifinais do Aberto da Austrália, Federer gostou de seu desempenho em quadra. "No fim das contas, o resultado foi justo. Consegui ser agressivo e sacar bem quando eu podia e foi um jogo decente", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.