Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer passa fácil por Djokovic e marca encontro com Nadal na final do ATP Finals

O número 2 do mundo fez 6/1 e 6/4, neste sábado, em Londres, e vai encarar Rafael Nadal na decisão do torneio

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854149403&_c_=MiGComponente_C

Roger Federer venceu com facilidade Novak Djokovic, neste sábado, na arena O2, em Londres. Com parciais de 6/1 e 6/4, em uma hora e 9 minutos de jogo, o suíço garantiu vaga na final do ATP Finals e vai lutar pelo pentacampeonato do torneio. 

Federer voltou a jogar um tênis impecável. Começou o duelo de maneira avassaladora. Djokovic teve seu serviço quebrado logo no segundo game da partida, após cometer uma dupla falta. Federer abria 3 a 0 no marcador.

No quarto game, único que seria conquistado pelo sérvio nesta primeira parcial, Novak Djokovic levantou os braços após o número 2 do mundo não conseguir devolver uma bola para o outro lado da quadra. Era um dos raros erros de Federer e motivo de comemoração para Djokovic.
Roger Federer seguiu dominando totalmente o primeiro set, voltou a quebrar o saque do adversário no sexto game, e sacou para fechar a parcial em 6 a 1, em 32 minutos.

No segundo set, Djokovic parecia disposto a vender caro a derrota. O sérvio abriu 3 a 0 de vantagem, quebrando o saque de Federer no segundo game, após um voleio na rede do suíço. A situação, porém, não desanimou Federer. O tetracampeão do torneio devolveria a quebra no quinto game, diminuindo a vantagem do sérvio para 3 a 2 e voltando para o jogo.

Djokovic ainda conseguiu escapar de nova quebra no sétimo game. Federer teve três oportunidades, já que o sérvio sacou em 3 a 3 e 0 x 40. Mas, o game terminou a favor de Novak Djokovic.

Quase sempre pressionado em seu saque, o número 3 do ranking não conseguiria evitar a quebra no nono game, permitindo Roger Federer abrir 5 a 4. O suíço sacou para fechar o jogo em 6 a 4 e garantir vaga na final contra Rafael Nadal sem ter perdido um set no torneio até agora.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG