Publicidade
Publicidade - Super banner
Tênis
enhanced by Google
 

Federer não vê momento de "descansar" para ele e Nadal

Tenista declarou que seu adversário foi melhor no jogo, mas que está ansioso para o restante da temporada

Gazeta |

Tido como o favorito para a conquista do Aberto da Austrália após a queda de Rafael Nadal nas quartas de final, Roger Federer também perdeu na fase seguinte e soltou outra zebra nas quadras australianas. Ele foi derrotado pelo sérvio Novak Djokovic por sonoros 3 sets a 0, mas não acredita que, por conta das duas derrotas, os dois melhores tenistas do mundo precisem de descanso.

"Hora de descanso para mim e para Rafa? Pensaram em falar disso muito rápido... então pensemos nisso daqui seis meses. Me sinto bem porque estou são, tenho que aceitar a derrota", afirmou o tetracampeão do Grand Slam australiano, que reconheceu estar incomodado com a derrota, mas reconheceu a superioridade do número 3 do ranking da ATP no confronto.

"Acredito que ele jogou uma grande partida. Não acho que ele foi mal. Foi um embate de muita intensidade. É óbvio que é decepcionante perder, mas não posso fazer nada se ele foi melhor nos pontos mais importantes", explicou.

Mesmo com a derrota, Federer revelou um certo otimismo para a continuação da temporada. "De nenhuma maneira é o final. É o começo para muitos outros torneios. É decepcionante e me dói muito não ter conseguido vencer o quinto título, mas não foi possível esta noite. Estou otimista e ansioso pelo que está por vir", contou.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG