Suíço diz que não teve "nenhuma chance" para bater o francês Jo-Wilfried Tsonga nas quartas

O suíço Roger Federer não vence um Grand Slam desde 2010. Nesta quarta-feira, o número três do mundo levou uma grande virada nas quartas de final de Wimbledon , para o francês Jo-Wilfried Tsonga, por 3/6, 6/7, 6/4, 6/4 e 6/4. Mesmo com a derrota, o tenista ressaltou que está feliz com seu desempenho no ano de 2011.

"Apesar do placar, algumas coisas deram muito certo. Estou feliz com minha performance, mas ele não me deu nenhuma chance", declarou Federer, que, neste ano, venceu apenas o ATP 250 de Doha e estava confiante na grama londrina. "Achava que meu jogo estava muito bom para vencer o torneio".

Na semifinal, Tsonga agora enfrentará Novak Djokovic, que caiu para Federer em Roland Garros e não bateu o recorde de maior número de vitórias seguidas em uma temporada, do norte-americano John McEnroe. O suíço, por sua vez, crê que ainda pode melhorar no ano de 2011, que ainda reserva mais um Grand Slam no calendário, o Aberto dos Estados Unidos.

"Infelizmente, apenas um pode ganhar e o resto vai para casa de mãos vazias. Mas o jogo está lá. Estou saudável e feliz. Eu me sinto muito melhor do que no ano passado e isso me encoraja. A chave agora é não deixar me abalar. Vou trabalhar mais, como sempre, e voltar forte para a Copa Davis e a temporada norte-americana", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.